quarta-feira, 21 de junho de 2017

Albergue Guiana é um paraíso para os Bikegrinos no Caminho Francês


Colaborador do Movimento Bike Line, o Albergue Guiana, idealizado e construído pelo ciclista veterano, senhor Ramiro, foi considerado pelo Professor Arnaldo, editor chefe da "Nóis na Fita A TV" como o maior sonho de hospedagem que qualquer bikegrino pode ter, dado às inúmeras sofisticações que esse albergue apresenta, visando dar o máximo de conforto à sua bike e ao ciclista também, localizado em Ponferrada, a pouco mais de 200 km de Santiago de Compostela no Caminho Francês.

EN GUIANA NOS ENCANTAN LAS BICIS
Com o lema acima o Senhor Ramiro, arquiteto e grande ciclista, aliou o seu sucesso profissional ao sonho de oferecer um espaço único no mundo todo, ou seja, um albergue para Bikegrinos, com o máximo de comodidade e respeito que um ciclista e sua bike possa imaginar. O albergue conta com uma entrada VIP só ciclistas com um elevador próprio, que deixa os dois num SPA, com todas as regalias imagináveis, tais como, lavador, centro de manutenção, um espaço gigante para regular a bike, com toda uma gama completa de acessórios, bancadas entre outras coisas e para o ciclista, bike estacionaria, esteira e outros equipamentos de academia de primeira linha, que pode ser conferido no vídeo acima.

Portanto, se você pretende percorrer o Caminho Françês a pé ou de bicicleta principalmente, entre em contato com o Movimento Bike Line que sua reserva no paraíso estará garantida em Ponferrada, podendo ainda deleitar-se com a primeira e mais famosa fortaleza dos Templários.


domingo, 18 de junho de 2017

Caminho Francês com a Bike Line segue em pleno êxito




Desde o dia 06 de junho o Movimento Bike Line segue de Saint Jean Pied de Port na França, em direção a religiosa de Santiago de Compostela, Comunidade Autônoma da Galicia, num percurso em torno dos 810 km, que neste grupo de junho como colaborador a presença do Professor Arnaldo, editor chefe da "Nóis na Fita A TV".


"Um seleto grupo de Pernambuco, CLáudio, Liliane e Fabiana, se juntou ao Marcelo, um grande amigo meu e juntos numa manhã fria e chuvosa partimos de bike para enfrentar logo de cara a temido temido "Pirineus", cadeia de montanhas que faz fronteira entre França e Espanha, sem pressa ou qualquer estresse.


Depois de passar por Roncesvalles e Pamplona, já em território espanhol, a turma pagou todos seus pecados ao chegar no Alto do Perdão, um local mítico para os peregrinos a pé ou de bicicleta, com a benção das altas temperaturas, bem comum nesta época do ano.


Outro ponto muito festejado no Caminho Francês é a passagem pela "Bodegas Irache" que além de uma torneira com água límpida e fresca oferece aos Bike Line Peregrinos, outra contendo vinho tinto de graça, desde que o tome ali mesmo, uma festa à parte para todos, muito festejao pelo Marcelo.

Um dos momentos mais especiais do pedal, foi o dia da chegada ao Refugio Acacio & Orietta em Viloria de Rioja, um Lar Brasileiro extemamente simples e acolhedor, que fez com que todos se sentissem em casa.


E nada melhor do que festar aquele momento, com um jantar familiar, cujo Refugio, todo brasileiro tem e deve colocar como ponto de descanso e hospedagem, pois certamente, esse será um dos momentos inesquecíveis da peregrinação.


Por fim, depois de passar pelas fantásticas cidades, com seus castelos, palácios e catedrais, tais como Logroño, Burgos, finalmente o grupo encerra a segunda parte da ciclo peregrinação em León, um colírio para os olhos para os amantes da fé, arte e história." - conclui o Professor Arnaldo.


Em tempo, outro grande lance em León, é hospedar-se no Hotel Vía León, que além do seu charme natural, o Sr. Pedro e a Sra. Lara recebe os Bike Line Peregrinos brasileiros com uma presteza fora do comum, além de oferecer um espaço absolutamente seguro para guardar nossas amadas bikes, isso sem contar com um café da manhã delicioso. Vale a pena conferir!


segunda-feira, 12 de junho de 2017

Pedalar de Pamplona a Saint Jean Pied de Port é um bom começo para o Caminho Francês

O Professor Arnaldo, editor chefe da "Nóis na Fita A TV" e novo colaborador do Movimento Bike Line, empresa voltada para auxiliar em todos os sentidos, para que pessoas a pé ou de bike, possam concluir qualquer um dos vários Caminhos que chegam a Santiago de
Compostela, no norte da Espanha, neste momento está fazendo o Caminho Francês, mas antes aceitou o desafio do seu amigo Fernando Braga, diretor comercial da Bike Line, a começar pedalando desde Pamplona na Espanha a Saint Jean Pied de Port, ou seja, no sentido contrário ao término do Caminho.

"Depois de uma longa viagem a Madri e horas de trem a Pamplona, pouco antes do meio dia deste último dia 4 de junho, eu e meu amigo Marcelo Bruder, ajustamos as bikes, enchemos os alforges e começamos o pedal pelos arredores desta linda cidade da Comunidade Autônoma de Navarra" - inicia o relato do Dasafio, o Professor, sob uma temperatura de 14 graus positivos e tempo fechado.

"Mal percorremos uns 10 km e começou a chover copiosamente, o que nos levou a ir até Roncesvalles por rodovia, já que chovia a muitos dias na região e não sabíamos como estaria o Caminho Oficial dos Peregrinos, chuva esta que durou até o km 35 mais ou menos.

Ao chegar a Roncesvalles "Pueblo" aos pés do Pirineus, montanha que divide a Espanha e a França, a temperatura já havia caído a menos de 10 graus, mas como a dupla não é feita de açúcar, começamos uma pequena escalada de uns 2 km, quando caiu um toró daqueles,  bem no começo de uma espetacular descida de 23 km até Saint Jean Pied de Port, pequenina e linda cidadela francesa, começo oficial do Caminho Francês.

Gente, aí foi um perrengue daqueles, a temperatura caiu mais ainda, a chuva aumentou e eu pedalei montanha abaixo na casa dos 45 km/h para não morrer congelado." - lembra o Professor.

"Concluindo, para quem gosta um bom Desafio, é uma bela aventura acrescentar a sua ciclo peregrinação, mais 81 km e uns 1.200 metros de elevação na conta. 

Assim, está feito a divulgação do pedal, que de quebra vai evitar gastos com traslados de carro ou táxi até a França, lembrando que é uma boa só para os fortes." encerra o Professor Arnaldo Farias.

Em breve, primeiros dias da ciclo peregrinação pelo Caminho Francês.

Fique ligado!!!



domingo, 21 de maio de 2017

Caminhos de Peregrinação e Desafios de Bike como novos rumos

Professor Arnaldo en el Monte del Perdón - Navarra
Caminhos de peregrinação e Desafios de Mountain Bike serão os novos rumos do Professor Arnaldo, editor chefe do Portal "Nóis na Fita A TV" a partir deste ano de 2017, depois de ter concluído com êxito mais de 500 competições de MTB pelo Brasil afora nos últimos 14 anos.


"Apesar de estar ter voltado a pedalar no inicio do ano 2.000, só quatro anos depois comecei a participar alucinadamente de provas de Mountain Bike. Para dar uma boa ideia dessa louca paixão, desde 2.004 até o começo desde ano, praticamente toda semana, sem falhar nenhuma , sempre larguei e conclui alguma prova de MTB, no Estado de São Paulo ou em Minas Gerais, colecionando neste período mas de 500 títulos entre troféus, taças e medalhas." inicia seu relato o intrépido Professor Arnaldo.


"Mesmo competindo praticamente todos os finais de semana, arrumava tempo para nos feriados e nas férias, estar pedalando em alguma rota de cicloturismo, cicloperegrinação e outros tantos desafios de MTB pelo mundo afora, sendo que o Desafio do Atacama, me brindou com 600 km em 6 dias de pedal delirante pelo deserto mais árido do mundo, concluído de forma magistral com valorosos amigos do Chile no ano passado". - continua o Professor.

Caminhos de Peregrinação e Desafios de Bike como os novos rumos
"Assim, já aposentado há dois anos, comecei a intensificar minhas cicloviagens, cicloperegrinações e de quebra alguns Desafios de Bike, sozinho ou com amigos em todas essas modalidades em que a bicicleta é meu meio de transporte e modo de vida por semanas a fio, em qualquer estação do ano, com destaque para as várias cicloperegrinações rumo a Santiago de Compostela, partindo diferentes países da Europa, bem como ter pedalado sozinho no ano passado pel percurso italiano da Via Francígena, desde a fronteira da Itália com a Suíça até a cidade do Vaticano em Roma, 1350 km em 16 dias, uma aventura memorável."

"Concluindo, neste ano, com o apoio providencial do movimento Bike Line, empresa dirigida por brasileiros com escritórios no Brasil e na Espanha, que dá todo suporte para percorrer com segurança quaisquer Caminhos, além aluguel de bikes, já tenho confirmada aos menos três cicloperegrinações em direção a Santiago de Compostela, começando agora em junho pelo Caminho Francês, em agosto pelo Caminho do Norte e em setembro pelo Caminho Português, pedal para ninguém botar defeito."


Adicionar legenda
"Para encerrar com chave de ouro ano de 2017, já tenho minha participação confirmada no Desafio dos Andes, promovido pela Global Care - CAF do Chile, um perrengue daqueles, pois partiremos de Bariloche na Argentina em direção a Pucón no Chile, no final de outubro, um pouco depois do rigoroso inverno andino" - conclui o intrépido Professor Arnaldo.


sábado, 22 de abril de 2017

Participe você também da Campanha Lixo no lixo CICLO CAPIVARA

Na última sexta feira, dia 21 de abril, o Professor Arnaldo, editor chefe da "Nóis na Fita A TV", atendendo à convocação para participar da "Campanha Lixo no lixo CICLO CAPIVARA, conferiu de perto o evento criado para conscientizar os ciclistas que usam a Ciclovia da Marginal de Pinheiros, uma grande iniciativa de um grupo de Cicloativistas, comandada pela nossa querida Roberta Godinho, junto a outras 9 pessoas, um verdadeiro exemplo para todos.

Confira abaixo, como fazer parte dessa ação em prol de nós mesmos, ciclistas solidários e conscientes, acessando ao página no Facebook: CAMPANHA LIXO no LIXO


CICLO CAPIVARA
21/04 à 21/05

O LIXO que vemos no Rio é a soma do LIXO jogado no chão por cada um de nós. Seja a Mudança que você quer ver no Mundo.

➢ A campanha contará com três categorias de premiação:
1. Pessoa que coletar maior quantidade de lixo (o lixo coletado deverá ser colocado nas cestas das bicicletas localizadas nos pontos de apoio da Ponte da Usp e Vila Olímpia)
2. Melhor frase que defina a campanha 
3. Melhor foto referente à campanha
➢ Cada categoria de premiação terá um júri composto por 3 pessoas de acordo com a respectiva área de atuação: 
1. Foto comprovando maior quantidade de lixo coletado
2. 3 jornalistas 
3. 3 fotógrafos

Os Prêmios serão Doados pelos Apoiadores

- Velodrome - 1 Camisa de Ciclismo de Jersey
- Brooklim Bike Café - 1 Par de Luvas Fox
- Vento a Favor - 1 Jogo de Ferramentas Crank Brothers Multi-19
- SRD Sem Raça Definida - 1 Fita de Guidão em Couro
- Maxx Bike SP - 1 Pedal Shimano M-520
- Ciclo Ravena - 10 Caramanholas
- Biketoor - 1 Camisa de Ciclismo de Jersey - 1 Bolsinha de Selim - 1 Suporte de Garrafa - 2 Potes Pastilhas Efervecentes SUUM
- CubNuts - O kit contém: 1 Pack de CubNuts 1 Pacote de CubCookies funcionais com 12 unidades (chamado de Pé na Jaca) 1 Bolo funcional de banana com canela. (1 KIT para o Vencedor de cada Categoria)

Envolvidos na Campanha e Apoiadores

Roberta Godinho - Pedalar é Viver
Raquel Jorge
Raquel Schein - Pagina da Rachel
Renata Mesquita Pelotão das Minas
Mariana Ferreira - Cartunista
José Peixoto
Rafael Taminato
Guilherme Leite - Trilha Bike
Tom Cox - Ciclo Café Bornia & Cox e Atravecity
Rogério - Criart Comunicação

Lembrando que os Vencedores terão que retirar seus Brindes nas próprias Bicicletarias e as FOTOS e FRASES postadas no Evento é que estarão valendo.

Nossa Campanha durará 1 mês de 21 de Abril a 21 de Maio de 2017



Portanto, você meu caro ciclista, que frequenta regularmente a Ciclovia da Marginal de Pinheiros, certamente tem mais uma razão para entrar de cabeça, -com capacete é claro - e fazer a sua parte na conservação de um dos poucos espaços em que se pode pedalar sem o perigo de ser atropelado, cujo percurso oferece uma séria de conforto, tais como, banheiros, água potável e segurança, oferecida pela CPTM - Companhia de Trens Metropolitanos.