segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Bike&Bikers: sinônimo de poesia = Anjos sobre rodas

Atendendo a meu pedido, uma poeta de “mão cheia”, plena de sensibilidade, Anna Karenina, nascida na santa Bahia, engendrou um poema, uma obra de encanto e emoção: “Anjos sobre rodas”.

Sua vida, sua apresentação pessoal, Anna transpira aromas de flores: "O que escrevo nasceu da minha ânsia de saber não sei explicar... então no meu pequeno mundo, comecei a desenhar e a escrever, coisas que chamam de poesia, mas não me enquadro nessa classe porque para as leis do Brasil, sou semi-analfabeta apesar de não me sentir inferior. Gosto de escrever desde criança... o que me vem à cabeça: poesias, pensamentos, escrevo sobre a vida e os sentimentos. Gosto de exteriorizar tudo que minha alma sente."
Sem mais:

Anjos sobre rodas

A estrada é íngreme
E o perigo esta presente
Rostos maravilhados...
Pela densa floresta
Que se vê ali perto
Encantados por sorrisos
De liberdade e alegria...
São como anjos ensaiando
Um vôo rasante...
Com suas asas coloridas e brilhantes
Todos sobre duas rodas...
... Fazem dessa vereda uma ciclovia
Atiram-se à velocidade
Sem perceber o perigo...
O que importa é adrenalina
Nele escondido...

A sensação de poder
Seguir em velocidade
Velocidade da luz
Velocidade da ansiedade
Que impele a alma humana
A enfrentar as pedras no caminho
Que está a sua espera...
Nada os impede...
Não importa a estação do ano
Importante é viver
O momento de êxtase e rebeldia
Sentir o vento no rosto ...
De o perigo sentir o gosto
Sem se importar...
Com o que trará o outro dia
Pois nesse momento...
Longe vai o pensamento
Absorto na magia...
Da velocidade do tempo
Correr de encontro ao vento

ANNA KARENINA
http://sombrasbrancas.blogspot.com/