segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

eXtreme 2009 Desafio e Superação, para tudo e para todos!

ALERTA! Pensamento antes de produzir este artigo: “Quando as pessoas se consideram parte da família, as relações são calorosas e amigáveis. Quando as pessoas se comunicam como iguais, é renovador tal como a brisa do mar” Fonte: Brasil Seiko

O Super Professor Arnaldo, depois de “apavorar” e ficar apavorado com a demora de seu companheiro no MTB 12 HORAS, logo depois na manhã de domingo, destemidamente, encara 41 km de Desafio e Superação!

Ufa! Foi “o bicho” a edição de 2009 de eXtreme de Mountain Bike. Esta edição fez com que organizadores, competidores e seus familiares superassem limites para saírem vitoriosos, segundo minha visão, e por ela assumo total responsabilidade (profe.arnaldo@hotmail.com)

A data e o local
inicialmente marcada para outubro em dois dias de prova em Salesópolis, a mesma foi remarcada para este mês de dezembro a fim de fazer parte do FERA (Festival de Esportes Radicais e Atibaia) em um único dia.


• Organizador e competidores se “descabelaram” para reorganizar a agenda, perdeu uma tremenda grana com folhetos, banners e o diabo a quatro.

• Os bikers loucos por competição como eu, tiveram que arrumar outra prova para participar, cancelar hospedagem, etc., etc.; como se não bastasse ainda deixamos de curtir um circuito, que considero um dos mais bonitos deste ano. Vejam vídeos e no youtube.

O eXtreme para os organizadores e para os bikers

O local:
Na tal praça ao lado do teleférico em Atibaia, antes da largada, já rolava a competição de DownHill e outra dos skatistas, num show de Atitude que dava gosto. O estacionamento era fácil e o local estava super policiado. Nota 10.

A retirada dos kits e largada quase que pontual, gera o primeiro desafio para o Professor. Cansado por haver participado do MTB 12 HORAS em Itupeva fazendo dupla com seu amigo Gilmar Duarte, de tão lento que pedalava quase que se perde do batalhão, acaba sendo escoltado pela ambulância até o local oficial de largada.

Um único percurso
Devido às recentes tormentas, houve um desmoronamento de terra que acabou por interditar uma parte do percurso da Categoria PRÓ, que fez com que os agora organizadores (Socobikers e Endurance) tivessem que adotar um único percurso, tanto para a PRÓ como para a SPORT, 41 km para todos.
Conclusão: Dores de cabeça para organizadores e atletas, pois tiveram que se adequar em cima da hora. No entanto, segurança é segurança e com ela não se brinca!

Água, água, água...
Por determinação dos órgãos competentes do município e atendendo ao que parece a um “Mandato de Segurança” os Organizadores só podiam oferecer água nos pontos determinados em galões, sendo que o biker poderia encher quantas caramanholas quisesse. Tal restrição foi para proteger a área do percurso que é um manancial, razão pela qual, só resta lamentar o aviso de última hora e esperar queno futuro, os bikers não sejam pegos de surpresa neste item.

Aliás, biker “esperto” é aquele que leva uma ou duas caramanholas, tendo como opção usar uma mochila com reservatório de água, e de quebra hidratar-se bem antes da prova, já que anda fazendo um calor dos infernos.

O percurso – Desafio e Superação para Organizadores e Bikers
Foi um desafio para os Organizadores fazer com que Ambulância, Moto-batedores, Caminhão-Vassoura e fiscais de percurso dessem total cobertura aos competidores.
Em geral por ser um competidor da Elite Experience, pude testemunhar que esses profissionais estavam presentes no percurso, tudo registrado em fotos inclusive.

Dando um “perdido”!

Segundo alguns competidores, havia uma falha de sinalização, que os levou a tomar direção errada. No entanto, conforme podem ver nesta foto acima, publicada nos sites dos organizadores e no meu blog, a informação e a sinalização supriam as necessidades. Inclusive uns dos que se perderam, voltou com a Moto-Batedora e pôde atestar a devida sinalização.

A premiação
Como havia várias premiações: Geral masculina, geral feminina, Pró, Sport, DownHill entre outras, ficou difícil de entender algumas regras que constam no REGULAMENTO. Como nós competidores não temos o saudável dever de ler atentamente o Regulamento, houve uma série de mal entendidos, que os Organizadores têm o dever de esclarecer. Para tanto, o Biker tem a obrigação de mandar um e-mail, telefonar, etc. etc. e sanar suas dúvidas e melhor ainda, propor sugestões para que as regras possam, sempre que possível, serem respeitadas por todos os envolvidos, apesar do que reza no bendito/maldito Regulamento.

A galera do DOWNHILL deu um show na pista e fora dela!

Para eles tiro meu “capacete”, pois os caras fazem a maior festa, se divertem como crianças, que todos deveríamos ser, e riem de qualquer imprevisto.
Eles simplesmente não dão bola para nenhum obstáculo dentro ou fora da pista, encaram qualquer imprevisto numa boa, curtem de montão os troféus, detonam o pódio, conforme atesto na foto abaixo
De quebra dão risada até dos “capotes” inevitáveis.









Como singela homenagem do Professor Arnaldo, posto as fotos do pódio da galera do DownHill, esses Bikers de ATITUDE:

Em fim, resta esperar dos Organizadores uma grande atenção com o calendário, estrutura dos locais onde a provas acontecem, que busquem percursos desafiadores e de beleza ímpar, que só a natureza pode oferecer, entre tantos outros itens. Finalmente, fazer o domingo de um biker/ competidor ser inesquecível e divertido.

Quanto a nós ciclistas, seria bom espelhar-nos na galera do DownHill, que levam tudo na maior esportiva, pois de estressante já basta o trânsito de São Paulo e a politicagem que algumas entidades públicas e privadas, que ficam metendo o “bedelho” no nosso esporte preferido.
Claro que todos nós do Mountain Bike, também merecemos ver nossas fotos que teve a gentil colaboração do biker Jair Palazzin:


Um BIKER SOLIDÁRIO arrebata a maioria do premios sorteados!
Nunca se esqueça de que o bem leva como recompensa à boa sorte. Este biker solidário, espelhado na boa ação do Professor Arnaldo, que ano passado levou uma caixa com 12 litros de leite para ser doado a crianças carentes, como brinde dos céus, foi sorteado quatro vezes pela boa ação. Então, este bom moço, levou logo 24 litros e acabou sendo recompensado, ganhando uma boa parte dos brindes. Nota 1.000 para você meu caro BIKER SOLIDÁRIO!

Resultado:
GERAL
CATEGORIAS

Fugindo do estresse
Para desencanar das “roubadas” de lado a lado, nada melhor do que encarar um Cross Country feito sob medida pelo Deca-Campeão Marcio Ravelli, neste próximo domingo em Cabreuva.

Vamos nessa galera! Vocês do DownHill estão convidados, apesar de que o circuito vai parecer mais um passeio no Parque Ibirapuera.