quinta-feira, 3 de junho de 2010

Rubinho se dá muito bem na Internazionale D´Itália – Lugagnano – Itália

Rubens Donizete Valeriano da Team Brasil é o grande destaque brasileiro na Internazionale D´Itália – Lugagnano – Itália.

Diretamente da terra das pizzas, nosso querido Edivando de Souza Cruz, traz as últimas informações sobre a saga de nossos heróis brasileiros, em confronto com as maiores feras do Mountain Bike mundial:

Depois de competir em Offenburgo na Alemanha na 3º Etapa da World Cup, seguimos para Lugagnano, na região de Piacenza na Itália. A Internazionale d´Italia é umas das principais competições do país e também freqüentada por grandes nomes do esporte, como Julian Absalon, Nino Shurter entre outros.

Além dos donos da casa, nesta etapa também estiveram presente atletas da França, Espanha, Alemanha, Israel, Estônia, Costa Rica, Suíça, Rússia, Colômbia, Argentina, Eslovênia, Portugal elevando o nível da competição e também mostrando que a briga por pontos no ranking mundial será muito intensa nos próximos anos.

Chegamos a Lugagnano na Terça dia 25, e logo fizemos o reconhecimento do local, durante semana alternamos os treinos entre o circuito e as estradas da região, que são muitas!

No Domingo dia 30, pela manhã rolou a competição das categorias Junior, seguido da Feminino às 12:00, e às 14:00 foi dada a largada da Elite Masculina.

A Largada foi na principal avenida da cidade, no start loop seguimos no asfalto por 1km até entrar no circuito, como largamos em um pelotão de mais de 70 atletas foi bem disputada a entrada da trilha.

Neste ponto Ricardo Pscheidt ficou envolvido num tombo de parte do pelotão e teve que fazer bastante força para recuperar.

Já Rubinho que largou na primeira fila conseguiu se manter bem durante a prova chegando entre os Top 10.

Shermam Trezza também fez uma boa largada e manteve o ritmo chegando na 22º colocação e em 6 na Sub-23.

Eu (Edivando)larguei bem e me coloquei entre os 15 primeiros no trecho de asfalto, mas logo na entrada da trilha teve um pouco de tumulto, quando um ciclista na minha frente desceu da bike, que acabou travando a entrada da trilha, por causa disso, muita gente acabou passando, razão pela qual, comecei o primeiros trechos bem atrás, mas me concentrei e fui ganhando posições conseguindo terminar entre os 20 primeiros
.

Resultados:

1-Ivan Alvarez Gutierez-ESP – Giant Italian Team – 1:44´25
2-Marco Aurelio Fontana-ITA – Cannondale Factory Racing – 1:44´55
3-Tony Longo – ITA – Full Dynamix – 1:45´11
8-Rubens Donizete Valeriano-BRA – Merida-Cat Eye – SR Sountour – 1:48´47
19-Edivando de Souza Cruz-BRA – Scott/Vzan/Proshock – 1:53´15
22-Shermam Trezza de Paiva-BRA – Jamis/Crank Brothers – 1:54´48
25-Ricardo Pscheidt – BRA –Jamis/Crank Brothers – 1:55´10

Com esta participação terminamos este estagio de competições na Europa, agora voltamos a competir novamente no Cross Country na 2º etapa da Copa Internacional em São Lourenço-MG.

O nível do Mountain Bike na Europa é muito forte, também as competições da UCI costumam ser em pistas mais técnicas. O ritmo da prova é sempre muito intenso e largamos em grandes pelotões que unem as categorias Elite e Sub-23, por esse motivo as largadas são sempre separadas nestas categorias e também o Feminino competem em horários diferentes para que haja segurança para os atletas. Alél disso tudo, sempre é respeitada a regra dos 80% para que o líder da competição tenha sempre a pista livre.

Outro ponto muito legal nestas competições é que as largadas e chegadas são sempre bem abertas o que proporciona os sprints de chegada.

Ranking Mundial:
Nestas provas conseguimos salvar alguns pontos no Ranking UCI e já começamos a pontuar no Ranking de nações para classificatória para Londres 2012, agora é importante dar a continuidade ao trabalho, teremos provas no Brasil como a Copa Internacional , Brasileiro de Cross Country e em Setembro, quando acontece o Campeonato Mundial em Mount Saint Anne no Canadá, além de outras competições estão em vista, mas ainda sujeitas a confirmarção.

Agradecimentos:

À CBC (Confederação Brasileira de Ciclismo)

Patrocínio: Banco do Brasil.

Texto: Edivando de Souza Cruz
Fotos: Eduardo Ramires