sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Morrendo de amores na Claro Brasil Ride


Um casal duplamente apaixonado, por MTB e pelo amor sincero, esteve presente na Claro Brasil Ride na Chapada Diamantina - Ba, entre os dias 14 e 20 de novembro. Além da vitória por cumprir os mais de 500 km e uns 10.000 metros de ascensão, mantiveram o bem querer em alta.


Olá caros amigos e familiares. CHEGAMOS!



É com grande safisfação que escrevo esse mail, contando brevemente sobre nossa mais recente aventura na Chapada Diamantina.

A aventura começa com as 22 horas de viagem na Ida. (Jundiai/São Paulo/Salvador/Mucugê). E mais 17 horas pra voltar (Mucugê/Salvador/São Paulo/Jundiai). AFFE!

Mais o que importa é que conseguimos atingir nosso maior objetivo: Cruzar a linha de chegada após completar 600km em 6 dias alucinates de prova, e receber a camiseta e medalha de "finisher".

Apenas 104 duplas conseguiram completar a prova. Ficamos em 83º na Geral e 11º na categoria dupla mista.


Foi uma experiencia impar!
O sol da Bahia não brilhou muito nessa semana, foram 6 dias debaixo de chuva, muita lama e barro. Mas isso a pesar de ter tornado os percursos ainda mais tecnicos, de maneira nenhuma intimidaram a dupla.

Tudo bem que foram quase uma pastilha de freio por dia, uma caixa de cambio estourada e não sei mais o que pois a bike ainda tá oficina ($$$$).

Isso tudo não estava escrito no regulamento, mas faz parte do mundo daqueles que se aventuram.

Nem preciso falar que a paisagem é espetacular, mas preciso falar que o carinho do povo local é de apaixonar.

As familias e principalmente as crianças esperavam os atletas passarem pelos pontos de apoio radiantes, queriam tocar as mãos, abraçar, beijar, pediam autógrafos, um carinho indIscritivel.

Foram centenas de km, dezenas de rios, milhometros de subidas e zilhometros descidas de perder o folego.


Não teve o dia mais fácil e o maius difícil, cada etapa era muito diferente da outra, estradão, subidas pedalaveis e não pedalaveis, singles tracks, chão de terra, de lama, de pedra, de areia, pra todo gosto.

Dormir em barraca após 100km por dia não era nada impossível, o sono te garanto que era bem pesado.


Logo as 5horas da manha um Djei super animado nos acordava com suas musicas eletrizantes.

O organização da prova foi de primeiro mundo. Até os gringos elogiaram! E o pessoal do apoio sempre nos esperavam com alegria, com direito a banho de manguera, massagem express, frutas, gel, barrinhas, isotonicos, agua, etc...

Por falar em primeiro mundo, os grincos ocuparam todo o espaço no podium, eles são realmente incrivelmente perfeitos! Pura técnica! São fod.. mesmo!

O espirito de equipe entre os atletas foi espetacular, sempre tinha alguem pra ajudar. Renderam muitas risadas.

Tivemos alguns exemplos de SUPERAÇÃO: Dupla mista numa tanden, um deles era deficiente visual, e outro nosso grande colega com protese em membro inferior amputado. Pedalaram muito! Tirei o meu capacete pra eles!

Eu não vi nenhuma cobra, mas tinha um monte de sapos gigantes e aranhas caranguejeiras, todos inofensivos, precisa ver. Isso também não estava escrito no regulamento, rsss.

Ah como podia me esquecer, o JANTAR e do CAFÉ DA MANHÃ, um espetáculo! Hotel *****, vcs podem achar que é porque estavamos morrendo de fome, que nada, também né... De 1ª! Já não posso dizer a mesma coisa dos chuveiros e banheiro, esses eu não sinto saudades...rs.

Falei da prova, mas ainda não falei da DUPLA. O Regis foi um super companheiro, um verdadeiro guerreiro. Guerreiro ralado e esfolado, rs.

Foi sintonia fina. Apesar do desafio ser pessoal contamos muito com o apoio um do outro. Só sei que nossa união se fortaleceu ainda mais, passamos no teste da tolerancia ao extremo, já podemos nos casar, rsss.
Mas nós não fomos as unicas duplas a ter um final feliz...

Foi um final emocionante, muitas recordações, novas amizades, histórias e histórias pra contar para as próximas gerações.

Gostaria de finalizar esse e-mail agredecendo todos os e-mails, torpedos, ligações que recebemos dos amigos e familiares, peço desculpas por não ter respondido a todos. Acabei optando por compartilhar com todos de uma forma descontraída um pouco sobre nossa aventura.

E como diz a placa aí embaixo: "FELICIDADE É UM BEM QUE SE MULTIPLICA AO SER DIVIDIDA"

Um grande beijo e abraço a todos

Katia Andrea e Reginaldo