quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Ciclista Otávio Bulgarelli disputa o Tour de Langkawi na Malásia


Prova de 10 etapas começa vai de 23 de janeiro a 1º de fevereiro

O ciclista Otávio Bulgarelli iniciou a temporada 2011 na Itália com um training camp e está de malas prontas para a Malásia. Com o apoio da Confederação Brasileira de Ciclismo, o atleta embarcou em Guarulhos (SP) no dia 6 de dezembro e participou com os demais 20 integrantes da equipe Farnese Vini-Neri Sottoli de um treinamento conjunto realizado entre os dias 9 e 16 de janeiro.

“O objetivo desse tipo de treinamento é unir o grupo e apresentar a equipe aos novos integrantes. Também participamos de palestras dos patrocinadores, conhecemos os novos materiais e aprendemos a lidar com o sistema de controle do passaporte biológico”, explicou.

Bulgarelli passou as férias de final de ano em Campinas (SP), onde reside com a família. Em novembro, o ciclista voltou aos treinos e começou os trabalhos de base para a temporada, com treinos de academia, piscina e pedaladas curtas que foram aumentando gradativamente até chegar a treinos de estrada com a duração entre três e cinco horas de duração, com uma folga a cada 15 dias.

Na Itália, os treinos passam a ser mais longos, com pedaladas de até seis horas diárias.

TOUR DE LANGKAWI
Mas é na Malásia que Otávio Bulgarelli vai enfrentar o primeiro grande desafio do ano.

Nessa terça-feira, dia 18 de janeiro, o brasileiro embarca para o país asiático para disputar o Le Tour de Langkawi (http://www.ltdl.com.my/), que começa no dia 23 e termina no dia 1º de fevereiro. Serão 10 etapas e um total de 1.315 quilômetros.

A competição distribui uma premiação total equivalente a 350 mil Euros, uma das maiores do circuito internacional UCI.

Após a Malásia, Bulgarelli participa de outro training camp entre os dias 7 e 14 de fevereiro na cidade de Sperlonga, 200 km ao Sul da capital italiana.

E, no dia 15 de fevereiro, é a vez de o brasileiro posar para a foto oficial da apresentação da equipe, em Pescara.

“Essa primeira temporada exige paciência. Eu vou brigar por um pódio e, se conseguir, já vai ser um grande presente de inicio no profissional. Meu objetivo é crescer devagar e conquistar um lugar numa equipe Pro Tour”, conta Bulgarelli.