quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

DHU Descida das Escadas de Santos: alterações no percurso devem tornar ‘Descida’ até 5s mais veloz

A 9ª edição da competição acontece de 4 a 6 de fevereiro e deverá ser a mais técnica de todas

A 9ª edição da Descida das Escadas de Santos, a principal prova de downhill urbano do Brasil, que acontece de 4 a 6 de fevereiro na cidade do litoral de São Paulo, promete se destacar não só pela competitividade, mas também pela velocidade. Com a adoção de pisos de madeira em duas das curvas do percurso de 417 degraus, 650 metros de extensão e 147 metros de desnível, a tendência é de obtenção de recordes em todas sete as categorias.

Se em 2010 o tempo do campeão Filip Polc, o Polcster, da Eslováquia, ficou abaixo de 1min, a expectativa para esse ano é de marcas entre três e cinco segundos menores. A velocidade nos trechos mais rápidos deverá ultrapassar a barreira dos 60 km/h, contra 55 km/h da edição anterior. As alterações serão feitas no início e no final do percurso. Os bikers terão que aliar velocidade, técnica e ainda mais concentração para não cometerem erros.

Somados as dificuldades técnicas com o nível dos participantes confirmados, a garantia é da edição mais disputada da história da prova de Santos, uma das mais baladas do calendário mundial do downhill urbano. "Este ano, para se garantir entre os cinco primeiros colocados, o biker terá que pedalar muito", afirmou Wallace Miranda, bicampeão em 2008 e 2009, terceiro colocado em 2010. "As alterações serão boas não apenas para nós, competidores, mas também para quem assistir à competição, tanto no Monte Serrat quanto pela televisão", afirmou o eslovaco Filip Polc, atual campeão.

Já são mais de 100 atletas inscritos brasileiros e estrangeiros de oito países (Inglaterra, Chile, Equador, Estados Unidos, França, Portugal, Equador e África do Sul).
Luana Oliveira
Entre eles, destacam-se alguns dos principais nomes do downhill como o português Paulo Domingues (campeão do downhill urbano de Lisboa, uma das principais provas do mundo), o sulafricano Greg Minnar, tricampeão do mundo, além do próprio Polc, atual campeão da Escadaria de Santos. Na prova feminina, os destaques são as brasileiras Luana Oliveira e Bruna Ulrich, a francesa Emmeline Ragot, atual nº 2 do ranking mundial, a inglesa Fionn Griffiths, a norteamericana Katie Holden e a equatoriana Diana Margraff, campeã da prova em 2004.

Programação

A programação do evento começa na quinta-feira (3), com a realização do Bike Night, passeio ciclístico gratuito, com a participação dos atletas e aberto à população; o trajeto terá 12 quilômetros de percurso e incluirá as ciclovias e principais avenidas de Santos. Na sexta-feira (4), acontece o congresso técnico e o reconhecimento do trajeto a pé, seguida de uma descida sem controle de tempo e outra cronometrada. No sábado, a pista estará liberada para tomadas de tempo das 10h às 17h. Os mais rápidos de cada categoria serão declarados campeões. Os cinco primeiros tempos no geral estarão classificados para o domingo, bem como as cinco melhores representantes femininas. Às 17h30, os pilotos entre a 6ª e a 20ª posições disputam uma repescagem, que irá classificar os cinco melhores (entre os homens) para a prova do dia seguinte.

No domingo, a partir das 9h da manhã - com transmissão ao vivo pela TV Globo, dentro do Esporte Espetacular -, acontece o treino cronometrado. Às 10h, será disputada a semifinal com os dez classificados na categoria masculina, seguida pela final feminina. Às 11h terá início a grande final, com os cinco pilotos mais rápidos do final de semana. A premiação para as categorias masculina e feminina acontece às 11h30. O valor da premiação será divulgado nos próximos dias pela organização do evento.

Sobre a 9ª Descida das Escadas de Santos: O evento é uma realização da Liga de Ciclismo do Litoral do Estado de São Paulo (Liesp), com cota patrocínio de Riachuelo, Redecard e Night Power; parceiros de mídia: Oi, Sedex, Wizard e Caixa Econômica Federal. Apoio: HDI Seguros e Peugeot, Prefeitura de Santos, Sociedade de Melhoramentos do Monte Serrat (SMMS) e Time Eventos. Comercialização: ReUnion Sports & Marketing. O projeto tem o apoio do Ministério do Esporte, por meio da Lei de Incentivo ao Esporte.