domingo, 6 de fevereiro de 2011

Mario Jarrin e Luana Oliveira são os campeões da Super Final da 9ª Descida das Escadas de Santos


ATENÇÃO: Não percam na segunda-feira, os inscríveis vídeos produzidos pela "Nóis na Fita A TV", bem como como fotos inéditas do domingo, além do percurso a partir de imagens da Câmera Biônica GoPro, com a gentil colaboração do Alemão da SHIMANO.

Na prova masculina, acidentes e quebras eliminaram alguns dos favoritos, enquanto a feminima marcou a teceira conqusta da brasileira

O equatoriano Mario Jarrin, no masculino, e a brasileira Luana Oliveira, no feminino, foram os campeões da 9ª Descida das Escadas de Santos, disputada neste domingo (06/02), na cidade litorânea. A definição dos vencedores aconteceu após a realização da Super Final, que reuniu os cinco mais rápidos entre homens e mulheres.

Jarrin aliou competência à sorte durante toda a disputa do dia. Na semifinal, que contou com os cinco melhores do sábado (05/02) mais cinco atletas saídos de uma repescagem, os três principais favoritos tiveram problemas e não conseguiram se classificar para a decisão.

O brasileiro Markolf Berchtold, o terceiro mais rápido no sábado, sofreu com a quebra do parafuso do amortecedor traseiro de sua bicicleta. Depois, foi a vez do bicampeão Walace Miranda, esperança da torcida brasileira, deixar a competição por causa da quebra da roda traseira. Por fim, o eslovaco Filip Polc, campeão do ano passado e recordista da prova, caiu logo no início de sua descida.

"A pista não estava tão mais difícil do que no ano passado. A galera forçou demais o nível neste ano, por isso, tiveram mais erros e acidentes. Mas a pista é a mesma para todos", afirmou Polc.

Além de Jarrin, o norteamericano Chris Van Dine, o francês Cedric Gracia e os brasileiros Gabriel Santos de Oliveira e Djone Fornari passaram para a Super Final. O equatoriano foi o primeiro a descer os 417 degraus do Monte Serrat, marcando 1min00s801.

Dos quatro rivais de Jarrin, apenas Cedric conseguiu passar pelo percurso sem erros - Van Dine, Gabriel e Djone caíram. Mas o tempo do francês não foi suficiente para tirar o atleta do Equador do lugar mais alto do pódio.

"Eu estou muito, muito feliz pelo resultado, porque é a minha quinta vez aqui. A pista estava difícil, o pessoal estava forçando muito. Eu pude também contar com a sorte porque alguns dos principais rivais caíram. Além disso, eu encaixei uma volta muito boa, desci focado, tomando cuidado porque aqui é muito fácil de cair, mas deu tudo certo", comemorou o novo Rei do Monte Serrat.

Quem também celebrou foi o vicecampeão do masculino, que não demonstrou nenhuma lamentação por ter perdido o título e aproveitou para elogiar o evento. "Não esperava ficar em segundo, eu só queria me divertir, fazer uma volta boa. Eu estou bastante feliz. A organização do evento está de parabéns. A estrutura é muito boa, assim como o local onde acontece a prova", disse Cedric.

Terceiro reinado
Para conquistar o tricampeonato da Descida das Escadas de Santos, Luana Oliveira precisou ser fria, apesar do calor intenso durante todo o fim de semana. A brasileira, que já havia conquistado a Descida em 2008 e 2010, foi a última a descer, por ter feito o melhor tempo no feminino no sábado (05). A pressão aumentou quando Emmeline Ragot, da França, cravou 1min09s900.

"Eu estava bem nervosa, mais do que nos outros anos. Eu não sabia que a Emmeline tinha feito 1min09s, mas estava muito calor hoje, muito mais do que ontem. Eu não via a hora de largar", contou Luana.

A brasileira sabia que não poderia cometer nenhum deslize para superar a francesa. Porém, sua descida não foi perfeita. O que acabou virando uma incrível coincidência entre todas as conquistas de Luana. "Eu tive um erro na primeira curva, onde errei nos dois anos em que fui campeã. Não sei como eu não caí ali", declarou.

O erro não causou efeito no resultado final, já que a brasileira, que estreava uma bike totalmente nova, terminou sua descida 0s341 mais rápida do que a sua rival, garantindo a coroa do Monte Serrat pela terceira vez.

"Eu me adaptei muito rápido à bicicleta. Ela esteve muito boa em todos os treinos. Acho que nas próximas provas, como vou treinar mais com ela, vou ter resultados ainda melhores", falou Luana, que estabeleceu uma meta para a prova de 2012. "Quero baixar meu tempo, com uma descida sem erros."

A segunda colocada da competição também demonstrou muita alegria pelo resultado alcançado. "Estou feliz por ter conseguido melhorar a minha volta. Ontem eu estava baixando meu tempo a cada tentativa e hoje isso aconteceu de novo. É uma descida controlada, porque qualquer coisinha pode te derrubar. Estou satisfeita e pretendo voltar no próximo ano", aifrmou Ragot.

Confira a classificação da Super Final da 9ª Descida das Escadas de Santos

Masculino
1) Mario Jarrin (EQU) - 1min00s801
2) Cedric Gracia (FRA) - 1min01s406
3) Djone Fornari (BRA) - 1min10s452
4) Cris Van Dine (EUA) - 1min32s103
5) Gabriel Oliveira (BRA) - s/ tempo

Feminino
1) Luana Oliveira (BRA) - 1min09s559
2) Emmeline Ragot (FRA) - 1min09s900
3) Bruna Ulrich (BRA) - 1min11s659
4) Melissa Buhl (EUA) - 1min16s451
5) Fionn Griffits (GBR) - 1min15s454

Sobre a 9ª Descida das Escadas de Santos: O evento é uma realização da Liga de Ciclismo do Litoral do Estado de São Paulo (Liesp), com cota patrocínio de Riachuelo, Redecard e Night Power; parceiros de mídia: Oi, Sedex, Wizard e Caixa Econômica Federal. Apoio: HDI Seguros e Peugeot, Prefeitura de Santos, Sociedade de Melhoramentos do Monte Serrat (SMMS) e Time Eventos. Comercialização: ReUnion Sports & Marketing. O projeto tem o apoio do Ministério do Esporte, por meio da Lei de Incentivo ao Esporte.