sábado, 23 de julho de 2011

Brasil conquista mais nove medalhas no Mundial Máster de MTB

Em breve: Vídeos e Fotos INCRÍVEIS!

No total, País soma 11 medalhas no evento que termina neste domingo.

Todos os campeões mundiais Master da modalidade downhill foram definidos hoje na pista do Parque Unipraias, em Balneário Camboriú. O Brasil conquistou mais 9 medalhas e agora soma um total de 11 no Campeonato Mundial Master de Mountain Bike, evento que termina nesse domingo.

O evento reuniu 350 atletas de 22 países, sendo 130 da categoria downhill (descida de montanha). A pista tem 1.400 metros de extensão e em alguns trechos o trajeto tem uma inclinação de -30%. Com acesso pelo teleférico, o início da descida é na cota de 252 metros sobre o nível do mar e termina a poucos metros do mar na Praia de Laranjeiras.

A primeira medalha de ouro da tarde desse sábado foi para a gaúcha Gilmara Leiner. A atleta de 42 anos, de Porto Alegre, marcou o tempo de 6min21s47 na disputa da categoria 40-44 anos.

Logo na seqüência foi a vez da paulista de Mairiporã, Vanessa Azevedo, de 30 anos, conquistar outra medalha de ouro na categoria 30-34 anos. Vanessa marcou o tempo de 4min47s88.

A terceira medalha de ouro do dia veio com o mineiro Miguel Caldas Giovannini, que venceu na categoria 45-49 anos. Geovannini é um dos mais antigos competidores de mountain bike do Brasil, com 16 títulos entre cross country e downhill. O mineiro de 45 anos já disputou duas edições de Mundiais Máster, uma vez na Austrália e outra na Suíça e ficou na 12ª colocação.

“O Mundial no Brasil é uma ótima oportunidade para estar numa competição de alto nível sem gastar muito. No ano passado fiquei em quinto aqui. Treinei bastante para essa prova e estou muito feliz pelo título conquistado nessa pista muito técnica”, comemorou Miguel Geovannini, que marcou o tempo de 3min10s82.

Ainda na categoria 45-49, o paulistano Francisco Innamorado garantiu a medalha de bronze com o tempo de 3min41s59.

Na categoria 40-44 anos, o catarinense de São José, Jacques Santos, e o carioca Marcos Lira conquistaram as medalhas de prata e de bronze respectivamente com 3min04s74 e 3min14s61. O ouro na categoria foi pra o norte-americano Lars Tribus com 2min53s92.

Outra medalha de bronze veio com catarinense de Jaraguá do Sul, Roberto Krutzsch, que marcou o tempo de 3min12s84 na categoria 35-39 anos. O ouro nessa categoria ficou com o experiente chileno Sebástian Vasquez com 2min49s46.

Na última disputa do downhill nesse campeonato o Brasil conquistou mais duas medalhas, uma de prata com João Rober Moraes Junior (2min49s66) e a de bronze com Rogério Roberto Pauli Jr (2min50s48) na categoria 30-34 anos. O ouro ficou com o espanhol Ruben Castro Carril, de 30 anos, que marcou o tempo da competição, com a marca de 2min49s40.

O Brasil só ficou fora do pódio na faixa etária da categoria 50 anos que teve como vencedor o suíço Benoit Fellay, que no ano passado tinha sido ouro na 45-49 anos.

Nesse domingo, dia 24, a programação começa às 8h30 com a decisão do título mundial na categoria 40-44 anos. Às 10h30 largam os atletas da 35-39 anos e às 14 horas os atletas da 30-34 anos largam para a última disputa dessa edição.

Todas as provas terão transmissão ao vivo online no link www.ciclismosc.com.br/mundial

PROGRAMAÇÃO OFICIAL

24/07 – Domingo
8h30 – Final masculino XCO (40-44 anos)
10h30 – Final masculino XCO (35-39 anos)

Meio-dia - Cerimônia de premiação

14h – Final masculino XCO (30-34 anos)

16h - Cerimônia de premiação



Mais informações no site www.ciclismosc.com.br





Em breve: Vídeos e Fotos INCRÍVEIS!