sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Bora ziguezaguerar no Bigiker em S.A. do Pinhal


Embora hoje seja o último dia da inscrição promocional da última etapa do Bigbiker 2011, de qualquer maneira vale a pena inscrever-se, mesmo que seja para curtir um dos percursos mais charmosos e desafiadores da temporada, pois o Zig Zag apresenta trechos com três níveis de dificuldade, que vai separar os atletas dos competidores.


Na sua 11ª edição, o Bigbiker é considerado a competição de maratona mais representativa dos paulistas, não só pelo número recorde de pilotos a cada etapa e a cada ano, mas pelo esmero com o que o Staff da prova cuida de cada detalhe do evento. Tantos cuidados faz com que essa competição figure como item obrigatório na agenda de qualquer biker que goste de maratona XCM.


UPHUILL na cabeça

O percurso “matador”, um pouco mais longo na Categoria Pró, mostra seus desafios logo nos primeiros quilômetros, cuja subida após o deslocamento, obriga muitos pilotos, mesmo os da categoria Sport, a fazerem o famigerado “empurra bike” sem dó nem piedade.

Como se não bastasse, lá pelo quilômetro 18, após a separação das categorias, a galera da Pró vai sentir o drama de subir morrão acima conforme informe da própria organização da prova: “- ...por outro lado a categoria Pró enfrentará muitas dificuldades subindo por trilhas, cruzando riachos e maiores graus de inclinação, tudo isso somado a grande quantidade de pedras soltas e pontiagudas pelo trajeto, principalmente no terço final da escalada.”

Bora ziguezaguerar
Assim que os centenas de pilotos tiverem curtido o Upwill ardido que só ele, todos os competidores terão privilégio de ziguezaguerar por quase três quilômetros que para muitos vai parecer uma eternidade de adrenalina e emoção, cujo percurso a “Nóis na Fita A TV” divide em três partes, a saber: Big-Trilha, Big-Sigle Track e Big Zig Zag.

Big-Trilha
Lá no topo da montanha, um fiscal da prova, vai pedir que você e sua amada bike virem à esquerda, inicio do Dowhill propriamente dito, para encarar na boa uma trilha com pedras soltas, erosões e alguma possibilidade de um belo “capote” básico, coisa de alguns arranhões, nada mais que isso.

Big- Single-Track
Na segunda parte do Zig Zag, os pilotos vão separar-se dos competidores, pois o trecho de single track exige pericia e força mesmo na descida, isso para não ter que descer da bike ou tomar um capotão mais nervoso, com direito a alguma lesão mais séria caso o biker não tenha o juízo no lugar.

Big Zig Zag
É nesta parte final do descidão, que os “Brutos do Mountain Bike" mostrarão o porquê fazem jus aos cinco primeiros lugares de cada categoria, ou seja, o doce e merecido pódio, pois zerar essa parte do circuito, ou seja, não por o pé no chão, exige que o piloto o pertença ao grupo das feras do Cross Country, como por exemplo é o caso do nosso grande camarada Marcio Ravelli, doze vezes, isso mesmo, 12 vezes Campeão Brasileiro de Cross Country e Medalha de Bronze no Mundial de Máster de 2010.
Chegou, chegou

Depois, passados 10 km, é chegar pro abraço, comer uma fruta e uma Bike-Cola oferecido pelo Bigbiker e festejar como nunca, principalmente se você figurar entre os três primeiros colocados da temporada, vencendo centenas de pilotos de sua categoria.


Tá esperando o que meu!

Ah! Não se inscreveu até esta sexta, não tem problema: invista um pouco mais na Big-Inscrição, porque seu arqui-amigo vai estar lá e é claro, que você não vai deixar escapar uma oportunidade de tirar uma onda do camarada, vai?