quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Confira as novidades Shimano apresentadas na Bike Expo Brasil

Evento de ciclismo aconteceu em São Paulo até o dia 18 de outubro
Nos dias 16 a 18 de outubro aconteceu em São Paulo a Bike Expo Brasil. A marca japonesa Shimano, líder mundial em componentes para o ciclismo, esteve presente no evento com estande exclusivo e diversas novidades.
De acordo com João Magalhães, gerente de marketing da Shimano Latin America, a participação na feira foi importante pelo contato com um público importante da marca: os profissionais do mercado. Neste ano, a Shimano apresentou linhas para diversas modalidades.


Os praticantes de Mountain Bike (MTB), por exemplo, puderam conhecer de perto o novo grupo Acera. Esse é o grupo de entrada da linha Shimano para MTB, que agora conta com melhorias herdadas dos grupos mais “top” da marca, como por exemplo, nove velocidades e fácil manuseio. Com preço acessível, o Acera será bastante atraente para o mercado.
Ainda no MTB, foi exposto também o Deore XT da Shimano, um dos grupos mais tradicionais para a prática da modalidade. Criado em 1981 como o primeiro grupo específico para o MTB, o Deore XT evolui conforme as necessidades do ciclista.

O novo grupo Deore XT possui vários diferenciais como o sistema de freio a disco “Ice Tech”, que garante maior dissipação de calor e maior capacidade de frenagem, além do sistema de pedivela duplo ou triplo e duas versões de rodas e pedais. Todo o novo grupo também está disponível em duas cores: preto e prata. O Deore XT conta com a tecnologia Dyna-Sys, sistema de transmissão de 10 velocidades para diferentes técnicas de pilotagem e terreno.

Já para a estrada, o novo Tiagra é o grupo de entrada para o ciclismo. Superior ao Sora e ao A050, o novo grupo agora conta com 10 velocidades, além de ser mais confortável e de fácil utilização. Seu design foi projetado exclusivamente para o ciclista exigente.

Ainda para a estrada, os visitantes puderam ver de perto toda a tecnologia e vantagens do Di2, câmbio eletrônico em que a mudança de marcha se dá de maneira mais fácil, sem esforço, mais precisa e mais rápida, agora no grupo Shimano Ultegra.

Com preço mais acessível do que o grupo Dura-Ace Di2, o Ultegra Di2 tem o objetivo de atingir o ciclista comum que deseja um equipamento de alta performance com menor custo. A previsão é que o Ultegra Di2 seja, em média, 50% mais barato que o Dura-Ace Di2.

E para as pessoas que precisam de conforto e mobilidade na cidade, a Shimano  apresentou o cubo de marcha interna Nexus. Desenvolvido para o uso urbano, o Nexus é fácil de usar, tem baixo custo de manutenção, além de deixar a bicicleta com aspecto mais clean, uma vez que toda a engrenagem da marcha fica dentro de um cilindro.