quarta-feira, 4 de julho de 2012

SHIMANO apresenta revolucionária tecnologia que será usada nos Jogos de LONDRES

Como os Jogos Olímpicos de Londres estão chegando, a Shimano Latin América, sob a presidência de Fabio Takayanagi, apresentou com exclusividade no dia de hoje em São Paulo, para a imprensa especializada, a tecnologia que estará nas bikes dos melhores ciclistas do mundo.



Líder em inovação e design, a Shimano, promete agitar os Jogos Olímpicos de Londres com mais uma novidade. Essa é a primeira vez que os atletas de ciclismo (estrada e triathlon) vão participar de uma Olimpíada como Grupo eletrônico Di2 (Digital Integrated Intelligence).


Presentes no lançamento da linha DURA-ACE 9070 SERIES, Claudio Clarindo, Fabio Carvalho, Francisco Chamorro e Ivan Albano, os mais renomados pilotos do ciclismo profissional da atualidade, testaram e aprovaram o sistema eletrônico DI2.




Shimano lança novo Dura-Ace 9000
Grupo é top de linha para estrada profissional

A Shimano, líder mundial em componentes para bike, lançou no início de junho as novas versões do grupo para ciclismo de estrada profissional Dura-Ace: o 9000 mecânico e o Di2 eletrônico. Aguardado pelos apaixonados da modalidade, o novo Dura-Ace 9000 tem 11 velocidades no cassete e 22 na bicicleta, assim como a versão eletrônica, equipada com fios elétricos e servo motor nos câmbios, alimentado por uma bateria de íons de lítio.



Todas as peças do novo grupo foram concebidas a partir de softwares tridimensionais de esforço da análise dos elementos finitos (FEA). Com isso, o grupo ganhou mais leveza e ao mesmo tempo uma maior rigidez, capaz de suportar os esforços máximos de um atleta profissional. Também com a análise do FEA, a Shimano identificou os pontos de maior tensão nas peças, o que resultou em reforços e junções com mais rigidez e estabilidade.




O Dura-Ace 9000 tem o conceito de máxima transmissão de força e para isso todo o sistema de transmissão também foi redesenhado. O pedivela (FC-9000), por exemplo, agora possui quatro braços na parte central, ou seja, as coroas são fixadas com quatro parafusos no local de maior esforço na hora da pedalada.






O pedivela também conta com seis opções de engrenagens para atender as diversas modalidades do ciclismo de estrada, triathlon e contra relógio. Com isso serão 30 opções de combinação de relação de marchas, pois são seis pedivelas com cinco diferentes combinações de cassete. Já o movimento central tipo BSA e Italiano (BB-9000) foram reformulados com esferas de menor diâmetro reduzindo a resistência à rolagem.





Artigo em constante edição. Fique ligado!