terça-feira, 25 de setembro de 2012

3ª ETAPA BRASIL RIDE: A saga continua...

RESULTADOS 3ª ETAPA BRASIL RIDE 2012
Velocidade máxima na terceira etapa

Vídeo e depoimentos incluídos no artigo


25 de setembro 2012 – O terceiro dia da Brasil Ride 2012, principal Ultramaratona de Mountain Bike da América Latina ficou marcado pela etapa de cross country (XCO) em Rio de Contas/BA, estágio que estreiou na edição passada, inovando mundialmente em provas por etapas. 

O sol agraciou os atletas num dia de esforço intenso nesta etapa relativamente curta com 35 quilômetros no total, já que o percurso técnico exigiu muita habilidade e resistência dos atletas devido os trechos em singletrack (trilha estreita), com destaque para o morro da Capela do Bom Jesus, em que o padre benzeu a passagem de todos os atletas. 



A 3ª etapa serviu também para integrar o público e atletas, já que os competidores pedalaram num circuito fechado num ritmo alucinante. Assim, a competição literalmente ferveu na briga pela vitória, pois na regra diferenciada no “cross country,” as duplas puderam separar-se e lutar individualmente pela vitória. O resultado final foi calculado pelo tempo médio de chegada entre os dois competidores. 

Logo no início da prova de cross country, cinco ciclistas destacaram-se do pelotão formado por Luís Leão Pinto, Tiago Ferreira (líderes da prova), Kohei Yamamoto, Henrique Avancini e Josember Pinho “Montoyo”. Após revezarem-se por todas as 5 voltas de 7 km, o japonês “voador” Kohei Yamamoto ultrapassou o ciclista português e acelerou na descida para conquistar a vitória.

“Você é Kamikaze”, disse Luís Leão Pinto na linha de chegada ao japonês Kohei Yamamoto, que compete pela equipe Specialized Brasil com uma bike (Epic) full suspension, literalmente voando pela trilha. “Estou muito feliz com a vitória, não era o mais forte na subida, mas acelerava nas descidas,” disse o ciclista japonês que esteve presente na Olimpíada de Londres 2012 e na hora do jantar deu um show de simpatia e profissionalismo ao relatar a etapa aos outros competidores, que retribuiram com muitos aplausos.

No entanto, o resultado final pela somatória dos tempos dos respectivos parceiros ficou diferente. A equipe de Portugal defendeu a liderança da prova, seguido por duas duplas brasileiras: Henrique Avancini e Douglas Moi (Caloi); e  Josemberg Montoya e Gilberto Goís (Trust Bikes / JC Bikes), fechando o pódio. O vencedor da etapa o japonês Kohei Yamamoto terminou na 4ª posição, devido a média de tempo somado com o resultado do seu parceiro, Daniel Carneiro, que finalizou em 14º lugar na geral.

A quarta etapa da Brasil Ride será marcada pela grande beleza do trajeto, em que poderá avistar o pico do Barbado com 2033 metros de altitude, o maior de todo o nordeste brasileiro. A Brasil Ride é um desafio, com 7 dias de competição, estabelecendo uma nova meta para os desportistas, isto é, mais de 600 quilômetros de percurso em cenário épico pelos caminhos abertos no garimpo de diamantes do século XVIII no coração do Brasil. O evento Brasil Ride ajuda a transformar vidas, estimular o esporte olímpico, fomentar o ecoturismo e conquistar corações e mentes de desportistas, graças toda atenção, qualidade organizacional, logística, segurança e infraestrutura. E as inovações com a homologação da competição em 2013 pela UCI - União Ciclística Internacional - somando pontos no ranking internacional.

Open
1 - Luís Leão Pinto e Tiago Ferreira  (Lapierre Cycles) - Portugal – 08:48:28
2 - Martin Horak e Thomas Vokrouhlik (BMC-Savo Racing) – Rep. Tcheca – 09:01:36
3 - Josemberg Pinho e Gilberto Gois (Trust Bikes / JC Bikes )– Brasil – 09:13:11

Brasil
1 – Josemberg Pinho e Gilberto Gois (Trust Bikes / JC Bikes )– Brasil – 9 horas, 13 minutos e 11 segundos
2 – Uira Ribeiro e Gustavo Santos ( Lm Bike/Shimano) - 09:33:33
3 - Henrique Avancini e Douglas Moi (Caloi) – 09:36:56

Feminino
1 - Adriana Nascimento e Daniela Genovesi (RC Bikes Ladies– Brasil Soul) – Brasil – 13:54:11
2 - Alice Leão e Susan Zorzetto (Alegria) – Brasil – 16:19:46
3 - Telma Cerqueira e Alexa Diekhaus (Cara e Coragem) – 16:57:19

Master
1 – Abraão Azevedo e Paulo Borges (RC Bikes-Brasil Soul – Brasil – 10:11:17
2 - Edward Szraucner e Axel Strauss (HIRSCH INTEGRAL GLOBAL) – Alemanha - 10:27:15
3 – Nico Pfitzenmaier e Carlos Cardemil (TWO CONTINENTS) – Africa do Sul/ Chile – 10:50:17

Mista
1 – Mateus Ferraz e Ivonne Kraft (RC Bikes / Brasil Soul) – Brasil/Alemanha – 1:04:43 segundos
2-  Agustina Apaza e Cesar Letolli (Argentina) – Argentina – 1:06:45 segundos
3 – Annabela Stropparo e Piero Pelegrini (Amici di Annabella) – Itália – 1:12:28 segundos

Grand Máster
1 – Alfredo Montenegro e José Lito (Savana) – Brasil – 13:38:54
2- Dorivaldo Abreu e Sergio Bonfim (Aky Veiculos) - 14:10:24
3 – Marco Melo e Marco Corrado – Brasil – 14:10:54



Depoimentos


Arthur Audi: Até onde aguentamos a dor, somos pessoas normais. Depois disso, somos ciclistas !!! Hoje mais uma vez batemos na trave...a briga ta boa !!! amanhã, um novo dia e émais um,a etapa dura de 82km... Fe em Deus que tudo vai dar certo !!!


Brou Bruto Drews: ...pica pneumatica.... Hoje o dia começou bem demais alinhados na ponta com os gringos malucos... Mas quando ela desce não tem jeito; perdi várias posições arrumando pneu e o rosinha foi nú pêlo e na brutalidade carniceiristica e fez o seu trabalho de um bom crosscaunteiro e recuperou um pouco meu problema mecânico... Acredito que pulamos pra sétima posição mas amanhã tem mais etapa longa 81 km e 2500 metros de ascenção a pica vai descer agressivamente e estamos preparados... Valeuuuuuuuuu só os brutos sobrevivem..!
Henrique Avancini: Ótima etapa hoje no Brasil Ride. Essa etapa tem um diferencial pois é disputada no formato de XC olímpico e além disso as duplas podem andar separadas. Depois de uma etapa de 7 horas como a de ontem, as pernas não são aquelas, mas como essa é minha especialidade, eu tinha grandes pretensões e queria vencer a etapa no geral individual. 


Foi por muito pouco que não consegui. Me mantive no grupo da frente durante todas as voltas e cheguei a liderar sozinho no meio da corrida. Na última volta ficamos reduzidos a um grupo de 4 atletas sendo: a dupla portuguesa líder geral da prova, o japonês Kohei Yamamoto e eu. Viramos no ponto mais alto do circuito juntos, sendo que o Kohei conseguiu realizar a ultrapassagem e descer na frente, enquanto eu fiquei atrás do Luís e acabei perdendo um pouco de tempo. No finalzinho acabei perdendo poucos metros em relação ao Luís em uma passagem por dentro de um rio e terminei na terceira colocação. Fiquei feliz pois os dois atletas são atletas muito reconhecidos internacionalmente, e além disso meu parceiro de equipe CALOI (Douglas Moi) andou muito bem e na somatória de tempos terminamos como segunda equipe no geral e primeira equipe brasileira! Hoje a noite postarei mais notícias...



Brasil Ride - Uirá e Gustavo 3ª Etapa - Estamos mais na briga do que nunca. Estávamos com um certo receio pela 3ª etapa ser uma etapa de XCO (o que não é especialidade de nossa dupla), mas o 7º lugar na etapa, sendo a 4ª dupla brasileira, pode ser considerado um ótimo resultado. Ainda mais que tiramos tempo para a dupla de Bart Brentjens que está em 5º na classificação geral 5 min a nossa frente.

Com esse resultado continuamos na 6ª colocação geral e 2º entre os brasileiros. Estamos definitivamente na briga e agora, para a alegria de nossos 2 atletas Uirá Castro e Gustavo Santos, só tem etapas de Maratonas longas.
Força à Uirá e Gustavo. Os objetivos podem ser alcançados!!!
 




Confira a galeria de fotos do portal iBahia.com. Fotos de Hailton Andrade. http://www.ibahia.com/detalhe/noticia/galeria-o-que-houve-de-melhor-na-etapa-abencoada-da-brasil-ride/

Confira algumas fotos da Brasil Ride 2012 http://www.brasilride.com.br/site/fotos 

Artigo  em constante atualização. Fique  ligado!