quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Raiza Goulão comemora temporada e quer voos mais altos em 2013

Mountain Bike
No final do ano passado, Raiza Goulão era uma das promessas do ciclismo brasileiro. Hoje, com a temporada 2012 prestes a terminar, ela é apontada como a maior revelação do MTB nacional. Campeã Pan-Americana Sub-23, campeão Brasileira Sub-23, vice-campeã da Elite na Copa Internacional de MTB e vice-campeã Brasileira Elite, ela está se firmando como um dos grandes nomes do mountain bike feminino brasileiro.
Com muita dedicação e treinamentos focados, a atleta da ASW Race Team sabe que terá mais desafios em 2013. Mesmo assim, pensa alto: quer ser campeã brasileira na categoria Elite e ficar entre as 20 melhores no ranking da UCI (União Ciclística Internacional).
Confira na entrevista abaixo as impressões de Raiza sobre o ano de 2012 e quais são os planos dela para a próxima temporada:

Pergunta: Em 2012, você conquistou o título Pan-Americano e resultados expressivos no Brasileiro e na Copa Internacional. Deixou de ser uma promessa e se tornou uma realidade. Sinceramente, esse ano foi como você esperava ou foi até melhor?
Raiza Goulão: Bem, para mim foi uma grande surpresa o resultado do Pan. Foi uma viagem com muitos imprevistos, a altitude também pesou bastante (a competição aconteceu em Puebla, no México), mas considero os resultados deste ano como uma grande conquista. Foi um ano em que consegui superar meus próprios limites e ultrapassar meus objetivos.
Pergunta: Na sua opinião, o que fez a diferença para que esses objetivos fossem alcançados?
Raiza Goulão: Acho que o meu grande diferencial é a dedicação e a determinação. Sempre busco me superar, conciliando minhas rotinas com minha vida profissional, dando foco ao meu sonho. Apesar das viagens longas e cansativas busco sempre me dedicar aos treinos, à faculdade, à alimentação e sempre busco melhorar meus conhecimentos.
Pergunta: Como se sente sendo considerada “a maior revelação do MTB brasileiro em 2012”?
Raiza Goulão: Poxa, não tenho palavras... Sempre foi meu sonho conquistar grandes resultados e poder ser reconhecida como atleta. Só tenho a agradecer a todos que me apoiaram e acreditaram em minha carreira como meus patrocinadores, apoios, treinador... A Jaqueline Mourão, a CBC... Agradeço a todos do fundo do meu coração e sempre busco dizer que todas as conquistas que obtive até hoje foram feitas em equipe: eu, minha família, patrocinadores, treinadores, apoios e amigos.
Pergunta: Quem te conhece sabe que você perdeu bastante peso. Que importância isso teve nos seus resultados e o que você fez para que isso ocorresse?
Raiza Goulão: Bem, desde quando fui pela primeira vez para fora do Brasil, no Canadá, me deparei com atletas de alto nível, muito magras e treinadas. Foi aí que percebi que se eu quisesse chegar ao nível delas teria que perder alguns quilinhos. Sofri bastante durante um longo ano, em que meu peso oscilou muito, mas agora nestes últimos meses consegui chegar a minha meta feita em 2011. Sempre busquei uma alimentação saudável, natural, com alimentos orgânicos, muita frutas e cereais. Tive que cortar muita coisa que adorava e saber a me adaptar às mudanças de rotina nas competições. Cortei doces, refrigerante, pizza, salgados, alimentos com açúcar, leite... Sempre controlando a quantidade até dos alimentos saudáveis também. Mas estou feliz: agora consegui perder mas de 10 quilos em um ano e 2 meses.
Pergunta: Agora mais magra e com todos os resultados deste ano, você entra em 2013 como uma das atletas a ser batida. Se sente preparada para a pressão? O que fazer para se manter nesse nível?
Raiza Goulão: Quero consegui lidar com a pressão, pois teremos grandes competições com atletas muito experientes – fator este que ainda perco um pouco. Mas estou buscando focar em meus treinos, sempre melhorando, acrescentando algo diferente nos treinos com meu treinador Cadu Polazzo, tentando melhorar meu preparo físico para conseguir ser a melhor atleta da elite feminina no ano que vem.
Pergunta: E as metas para 2013? Traçadas? Pode falar quais são?
Raiza Goulão: Ah, estão planejadas... Quero ser campeã brasileira na categoria Elite feminina e conquistar novamente o título Pan-Americano. Quero também ficar entre as 20 melhores no ranking da UCI e buscar o perfeito condicionamento físico e técnico para garantir uma vaga nas Olimpíadas de 2016.
Gostaria muito de agradecer a ProShock por todo apoio em minha carreira. Foi a primeira empresa do ramo de bike a me patrocinar e estamos juntos há dois anos. Junto da ProShock e dos meus outros patrocinadores conquistamos este ano grandes títulos.
Durante a temporada 2012, Raiza utiliza a suspensão ProShock One 29er TSI com trava no guidão.
Além da ProShock, Raiza é patrocinada por Ortholine, Prefeitura de Ribeirão Preto, Carbo Energy, RC Bikes, North Wave e Louis Garneau e é apoiada por UniEvangélica, Kognisse, Token, Aldeia da Paz, Amip e restaurante Dona Cida.
A ProShock System é uma empresa orgulhosamente 100% brasileira, focada em inovação com sustentabilidade. Os produtos são desenvolvidos com tecnologia de ponta, direcionados para performance, segurança e comodidade do ciclista.
FOTO: Divulgação