segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Tremendo perdido do Professor Arnaldo no Circuito Vale Europeu - SC

No segundo dia de cicloturismo pelo Circuito Vale Europeu em Santa Catarina, o Professor Arnaldo, editor chefe da "Nóis na Fita A TV", deu um perdido de 10 km. para poder iniciar o 2º percurso que iria de Pomerode até Indaial, já que ao partir da Pousada Max deveria virar a esquerda e o vovozão, contornou a ponte à direita, coisa de idoso mesmo. Em compensação, ele apresenta a canção natalícia "Melô da Ponte Pênsil". Imperdível!

Partindo de Pomerode

Neste segundo dia, o caminho escapa do asfalto serpenteando pelos bairros de Wunderwald (no município de Pomerode) e da Mulde (no município de Timbó). O percurso é bem povoado com muitas casinhas de belos e bem cuidados jardins. A medida que a estrada sobe o morro, ficam para trás as casinhas e aparecem os riachos, passarinhos e muitas árvores. São duas subidas longas no dia, mas não tão íngremes como a do dia anterior e com trechos planos intercalados.

A partida do professor antes do perdido



De Indaial a Rodeio


Trecho essencialmente plano. A estrada segue margeando o rio Itajaí-Açu, numa paisegem bastante diferente de todo o restante do circuito. O destaque neste trecho são as pontes, começando pela charmosa ponte do arcos, ainda Indaial. Uma vez na estrada, cruza-se uma ponte coberta por telhado, prática comum trazida com os primeiros imigrantes, para proteger o madeiramento. Há também uma ponte pênsil, estreita o suficiente para a passagem de um carro de cada vez. Um semáforo indica o fluxo dos veículos. Não é necessário cruzar a ponte para continuar o circuito, mas é bastante divertido fazê-lo de bicicleta e a vista do rio é muito bonita. 

Os iniciantes fazem Pomerode a Indaial. Os Brutos, Pomerode a Rodeio.

Assim, com a faca nos dentes, o Professor Arnaldo e a família Petri partem para fazer também o percurso do 3º dia, no segundo dia de pedalada.





"Melô da Ponte Pênsil". Imperdível!

Animado pelo espírito natalino, o Professor Arnaldo, durante a passagem de ida e volta pela Ponte Pênsil, canta uma adaptação de uma canção natalina, o "Melô da Ponte Pênsil", cuja letra é algo irreverente.



Foto do percurso POMERODE - INDAIAL - RODEIO