quarta-feira, 29 de maio de 2013

Scott-Fittipaldi viaja para competições da UCI na Itália

Mountain Bike
Competir com os melhores do mundo em três competições que valem pontos no ranking da UCI (União Ciclística Internacional). Esta é a meta da viagem da equipe Scott-Fittipaldi, que embarcou no início da semana para uma série de três provas internacionais na Itália.

                team manager Odair Pereira. A dupla irá disputar duas etapas da Internazionali d’Italia, uma do próximo domingo (02/06) na cidade de Val Darda Piacneza, e outro no dia 09 de junho, em Vermiglio.

Os atletas Celso Figueira de Mello, da categoria Júnior, e William Alexi, da Sub-23, viajaram à Europa acompanhados do
                Para finalizar o giro europeu, a competição mais importante: a Copa do Mundo de XCO, que acontecerá em Val Di Sole, também em território italiano, no dia 16 de junho.

                “Essa viagem é uma excelente oportunidade de fazer três provas da UCI com nível muito alto, incluindo a Copa do Mundo. Para elevar o nível é necessário competir com adversários superiores a você. Por isso, tenho certeza de que será uma experiência importante para a evolução dos meninos e muito importante para que eles entendam o caminho que estão seguindo e toda a dedicação que se faz necessária para chegarem onde almejam”, explicou Odair. 

                Para o manager, conseguir levar os jovens atletas da Scott-Fittipaldi para provas internacionais é uma grande conquista para a equipe.

                “Esse tipo de viagem requer planejamento e um apoio muito grande de todos os envolvidos no projeto. Por isso, sou muito grato a todos os patrocinadores por conseguirmos incluir essas provas no calendário da equipe”, comentou. 

                A equipe Scott-Fittipaldi utiliza luvas, óculos, capacetes e sapatilhas Scott, ciclocomputadores CatEye, pneus WTB, componentes Syncros, selantes de pneu Café Latex (Effeto Mariposa), correntes Connex, óleo T -9 Boeshild e gel Carboom.

A equipe Scott-Fittipaldi de mountain bike tem a filosofia de desenvolver atletas e formar cidadãos. O foco está nas categorias de base, com o objetivo de trabalhar jovens atletas para serem o futuro da Elite brasileira da modalidade. O trabalho consiste em desenvolver talentos no Cross Country Olímpico visando não só as Olimpíadas do Rio de Janeiro, mas sim a continuidade para os próximos ciclos Olímpicos.

FOTO: Divulgação Scott
LEGENDA: Celso Figueira de Mello, da equipe Scott-Fittipaldi, em ação