sexta-feira, 26 de julho de 2013

QUE VENHA O TOURO - Professor Arnaldo de bike pela Espanha

Após haver terminado o Caminho Francês de Santiago de Compostela em 11 dias e quase 900 km pedalados com a "Maria Fernanda (CALOI ELITE 30)", o Professor Arnaldo, editor chefe da "Nóis na Fatia A TV", aproveitou para da fazer Cicloturismo pelas avenidas e Parques de Madri, capital da Espanha, bem como, aproveitou para pedalar pelas ruas histórias de Aranjuárez e Alcalá de Henarez, terra natal de Miguel de Cervantes, autor do Don Quixote de La Mancha.


QUÉ VENGA EL TORO!
A saga do Professor Arnaldo começou neste último domingo, dias 21 de julho, ocasião que ele nosso intrépido ciclista aproveitou para dar um giro pelo Parque de Oeste e principalmente pelo Parque Casa de Campo, com direito a um passeio de bike e tudo pelo teleférico de Madri. Palácio Real, Porta de Toledo e Plaza Cibeles, foram alguns dos locais bike-visitados.

F O T O S


QUE VENGA EL TORO! De preferência em forma de picanha!
Na segunda, dia 22 de julho, saindo de Madri de bicicleta a bordo do "Tren de Cernacías", foi a vez de visitar a cidade histórica de Aranjuez. 

Além de se encantar com o Palácio Palácio Real do século datado do século XIV, o Professor Arnaldo se dispôs a encarar um touro bravia na monumental "Plaza de Toros de Aranjuez".


FOTOS


DON QUIJOTE É O CARA! Alcalá de Henares - Espanha 23-07-13 

Na terça, dia 23 de julho, foi a vez de ir de trem à Alcalá de Henares, cidade natal de Miguel de Cervantes, autor da obra mais lida até hoje no mundo: "Don Quijote de La Mancha". Lá o Professor Arnaldo tentou convencer a Don Quijote a deixar de lado seu cavalo "Rocinante" e partir para conquistar glórias com a "Maria Fernanda" a  CALOI ELITE 30, bike peregrina, que percorreu semanas antes, o Caminho Francês de Santiago de Compostela.


F O T O S



NO LLORES POR MI MADRID - Última parte
No último dia em terras espanholas, o Professor Arnaldo, uma vez mais, percorreu as ruas, avenidas e parques de Madri, com destaque para o Parque Retiro, um dos cartões postais da cidade, sob um calor, que às 16 horas, ultrapassava os 40 graus.



F O T O S