sábado, 31 de agosto de 2013

Catarinense entre os 50 melhores do mundo

Um catarinense do Norte do Estado, convocado para defender a Seleção Brasileira de Ciclismo, disputou o Campeonato Mundial Mountain Bike no continente africano. O resultado ficou abaixo do esperado, mas o atleta conseguiu ficar entre os 50 melhores da competição. Campeão foi um suíço.
O atleta Ricardo Pscheidt (Soul/Moovi/TaschibraTeam), que desde o dia 23 deste mês está em Pietermaritzburg, capital da província de KwaZulu-Natal, na África do Sul, onde disputou o Campeonato Mundial de Montain Bike (MTB) neste final de semana.
A competição disputada às 10 horas (horário de Brasília – DF), no Cascades Park neste sábado (31), aconteceu em etapa única e tinha como principais favoritos os franceses, suíços, italianos e alemães. A confirmação veio com a vitória do suíço Nino Schurter sagrando-se tricampeão mundial na categoria Elite (venceu em 2009, 2012 e 2013), onde Pscheidt tinha esperança de melhorar sua colocação ao Mundial do ano passado. “Meu objetivo no Mundial era de melhorar a minha classificação em relação ao ano passado, quando fui o melhor brasileiro colocado ficando na 42ª colocação, mas a prova foi bastante dura e acabei ficando na 46ª posição”, explica Pscheidt. “A pista era composta por duas subidas longas, single tracks (pista individual) em meio à plantação de eucaliptos e por quatro partes bem técnicas, sendo dois rock gardens (jardins de pedras), a descida final com rampas próximo a chegada e a temida descida, com troncos de árvores que ocasionou muitos tombos”, finaliza Ricardo.
Os brasileiros terminaram nas seguintes posições: Henrique Avancini em 40º, Rubens Donizete Valeriano em 41º e Ricardo Pscheidt na 46ª colocação.
O próximo desafio do catarinense vai ser o Shimano Fest, em Mogi das Cruzes (SP), no dia 08 de setembro.
 Créditos das fotos: Boogs Photography