quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Maratona em Congonhas exige treino específico da equipe Scott-Fittipaldi

Copa Internacional de MTB
Competição acontece no próximo final de semana pela quarta etapa da CIMTB
A Copa Internacional de Mountain Bike (CIMTB) entra na reta final. Os atletas da equipe Scott-Fittipaldi Scott terão pela frente a quarta etapa da competição, que acontecerá em Congonhas (MG), nesta sexta (16), sábado (17) e domingo (18). Sob comando do team manager Odair Pereira, os ciclistas William Alexi e Renato Navarro buscarão as primeiras posições das categorias Sub-23 e Sub-17, respectivamente.

Com 1400 inscritos, o município que fica a 83 km da capital mineira será invadido por bikes no final desta semana. O belo e histórico cenário será um atrativo somente para os turistas, já que tudo isso disfarça uma das provas maratonas mais emocionantes e acirradas do Brasil.
“É um percurso bacana, mas ao mesmo tempo muito duro. No início, tem subidas em que é preciso estar preparado para passar na frente. Algumas são longas e a última, além de íngreme, tem pedras que dificultam mais ainda a vida do competidor. Durante uma maratona, o atleta deve usar a cabeça e pensar em estratégias para chegar bem ao final”, afirma William, de 20 anos.
Para garantir o melhor desempenho, os jovens William e Renato cuidam de todos os detalhes como treino, hidratação, descanso, alimentação e concentração – que na hora da prova serão fundamentais para um bom desempenho.
“Quando temos uma prova diferente como essa, o volume de treino dos atletas aumenta, e fugimos um pouco da especificidade do Cross-Country. Essa prova em particular exige força e concentração desde a largada, pois é uma prova relativamente curta, classificada como XCP e deve durar pouco mais de duas horas para a categoria Elite”, relata Odair Pereira
“O percurso da prova é bem divertido e variado, as subidas e descidas deixam o circuito ideal para competir, além da chegada ser incrível”, completa  Renato Navarro, atleta que desponta na categoria Sub-17 e é um dos jovens talentos do circuito brasileiro.
A equipe Scott-Fittipaldi utiliza luvas, capacetes e sapatilhas Scott, ciclocomputadores CatEye, pneus WTB, componentes Syncros, selantes de pneu Café Latex (Effeto Mariposa), correntes Connex, óleo T -9 Boeshild e gel Carboom.
FOTO: Álvaro Perazzoli 
LEGENDA: William Alexi, da equipe Scott-Fittipaldi, durante o Brasileiro de XCO.