sexta-feira, 25 de outubro de 2013

ATLETAS À PROVA DE TUDO NO LINDO CENÁRIO DA CHAPADA DIAMANTINA NA ETAPA MAIS LONGA DA BRASIL RIDE



Com quase 400km nas pernas, a Sexta Etapa da maior Ultramaratona das Américas teve temperaturas extremas acima de 45˚C
Nesta de sexta-feira (25) aconteceu a etapa mais longa da Brasil Ride 2013 com 143km, saindo de Rio de Contas e chegando em Mucugê. As atividades começaram às 4:00 da manhã, quando a sirene do acampamento dos atletas soou, indicando o início da rotina da ultramaratona de MTB, em que todos entregam suas bagagens aos caminhões destinados para seu translado, seguido pelo café da manhã, antes de se dirigir aos portões de acesso a largada, pontualmente às 6 horas, para às 12 horas de tempo limite de prova.
Pouco antes do primeiro posto de abastecimento com 30 km de prova, o brasileiro Henrique Avancini (Caloi Racing Team) sofreu uma queda em razão de uma ponta de arame farpado enrolou em sua roda, sendo projetado por cima do guidão, levando seu parceiro Sherman de Paiva, que vinha na sequência, também ao chão.

“Hoje o problema que tivemos foi uma coisa absurda, pelotão inteiro passando, um pedaço de arame preso numa cerca no meio da estrada, esse arame entrou dentro da minha roda, deu umas voltas pelo cassete ficando preso ali, tomei um tombo, passei por cima do guidão, o Sherman caiu por cima de mim, e a gente perdeu uns 7-8 minutos ali até tirar o arame, isso ainda a 30km, ainda quando o pelotão estava compacto, machuquei o cotovelo, bati forte com o torax, tive dificuldade em respirar, e essa era a pior etapa para acontecer esse tipo de problema”, relembra Henrique Avancini.
Apesar das escoriações e do tempo gasto para reparar a roda da bicicleta, continuaram na prova, acompanhados de perto pela dupla formada pelo brasileiro Abraão Azevedo e o holandês Bart Brentjens (Superior Brentjens Mountainbike Racing Team).
Na ponta estavam Christoph Sauser (SUI) e Kohei Yamamoto (JAP), da equipe Specialized Racing Team, que passaram em primeiros no Posto de Abastecimento 2 – na cidade de Abaíra- às 9 da manhã, acompanhados de perto pela dupla espanhola Ismael Ventura e Ramon Sagues (ESMTB.Com). Somente com dois minutos de diferença chegaram as duplas belga, composta por Roel Paulissem e Johann Pallhuber (RH-Racing.it), e a alemã com Christopher Maletz e Christian Kreuchler (Fuji Bikes / Texpa Simplon). Exatamente após 8 minutos os brasileiros Avancini e Sherman chegaram.
Com problemas de pneu furado para a dupla espanhola, Christoph Sauser e Kohei Yamamoto conseguiram manter boa vantagem das outras equipes e cruzaram a linha de chegada na primeira colocação, com 5h27min58s. Na sequência vieram os alemães Christopher Maletz e Christian Kreuchler - a surpresa do dia - com 5h35min51s. Junto com eles chegou a equipe espanhola Ismael Ventura e Ramon Sagues (ESMTB.com), fechando o pódio. “Estamos muito felizes, chegar em segundo colocados com esses primeiros colocados para nós vale como primeiros, foi o poder do nosso entrosamento que viabilizou esse resultado”, ressaltou Christopher Maletz.
Henrique Avancini e Sherman de Paiva (Caloi Racing Team) chegaram na quarta colocação, com diferença de 10 minutos para os primeiros colocados, mas ainda mantendo a liderança na Categoria Open, portanto partem amanhã para a última etapa do Brasil Ride vestindo a Camisa Amarela.
O espírito da Brasil Ride é “More Than a Race” (Mais do que uma competição), fica cada vez mais evidente aos passar das etapas. A chegada da dupla bem humorada Christoph Sauser e Kohei Yamamoto foi festejada por toda sua equipe Specialized não apenas pelo resultado, mas por todos estarem compartilhando de momentos importantes juntos, "somos como uma grande família", disse Sauser.
Outro fato emocionante foi a chegada das americanas Rebecca Rusch e Selene Yeager (Specialized Racing Team) com 7h22min37s de prova, acompanhadas dos atletas da equipe Pedal Urbano, Gustavo Astolphi e Marcelo Sampaio; após cruzarem a linha de chegada juntos Gustavo abraçou seu parceiro com lágrimas no rosto, e depois sentou ao chão recuperando o fôlego, Rebecca foi conversar com ele felicitando-o e perguntando se ele se interessava em receber de presente a Camisa dela de líder, uma lembrança mais que especial resultado desta família que se formou nessa edição da Brasil Ride. “Pedalamos por um longo trecho juntos, revezendo e nos ajudando, estou muito feliz de poder viver essa experiência, somos uma família, todos nós que pedalamos o Brasil Ride, e a sensação de retornar a Mucugê é como se voltasse para casa…” desabafou Rebecca, visivelmente emocionada e feliz, instantes depois da chegada.
Com isso elas mantiveram a Camisa Laranja de líderes da Categoria Feminina, assim como Bart Brentjens e Abraão Azevedo - 5h38min55s de prova - com a camisa azul de líderes da Categoria Master, Annabella Stropparo e Piero Pellegrini (Team Hersch Amicco Di Annabella) - 6:54:45 de prova - com a Camisa Verde de líderes da Categoria Mista e Heleno Caetano Borges e Dorivaldo Corrêa de Abreu (Ice Racing Team) - 7h19min36s de prova - com a camisa Rosa na Categoria Grand Master. A Camisa Branca de líderes da Categoria American ficou com os atletas Silvio Silvinho e Junio Vieira (Equipe CEMIL) - com 6h07min57s de prova.
E para fechar com chave de ouro, neste sábado (26) será realizada a grande etapa final da Brasil Ride 2013 juntamente com a Maratona XCM Brasil Ride, válida pela final do Campeonanto Baiano de Mountain Bike Maratona, que definirá os campeões estaduais. A corrida será nos arredores da cidade Mucugê, com 61,8km de percurso e 307m de elevação acumulada, com largada a partir das 9 horas da manhã neste percurso com trilhas técnicas e alucinantes, em que um dos trechos percorre o famoso circuito do prólogo (1ª etapa).
Resultados completos no site: www.brasilride.com/live