domingo, 9 de março de 2014

Na base da superação Henrique Avancini é campeão da Taça Brasil em Campo Largo-PR

Resultados em breve! Custa as fotos do pódio e dos pegas em ESPORTE NA FOTO




Que semana! 
Hoje venci a Taça Brasil em Campo Largo-PR, que abre o calendário de competições internacionais no Brasil. Mas hoje foi muito além de mais uma vitória pra mim. Essa semana passei por um grande aprendizado.

Sofri uma queda na quinta-feira passada em competição, na Espanha. Competi no dia seguinte com bastante dor e retornei ao Brasil. Mesmo com os cuidados, o processo inflamatório só avançou. A semana de preparação foi perdida e a inflamação afetou o corpo inteiro. Nas tentativas de girar as pernas o corpo fazia compensação biomecânica, o que poderia gerar até outras lesões, então meu mestre, Helio Souza, resolveu deixar a preparação totalmente de lado e focar só na recuperação.

Desde que voltei a treinar (novembro), até o final de fevereiro, o tempo passou voando, e fui construindo uma forma física incrível. Essa semana foi uma eternidade, e senti tudo sendo perdido. Voltei a subir na bicicleta com uma dor suportável só na quinta-feira, depois de muito tratamento e muita fisioterapia- valeu Renan Bento, pela atenção especial. 

Muita gente não entende como consegui evoluir tanto, quando aparentemente meu corpo não suportaria uma melhora tão grande... então vou contar um segredo:

Minha melhora é basicamente pelo fator humano. Antes de preparar e evoluir meu corpo, eu evolui minha mente, por isso hoje me preparo, mais, mais forte e com uma percepção de sobrecarga menor.

Só que continuo sendo humano, filho de Deus. E Deus capacita, mas Deus também tira...Essa semana foi muito boa para lembrar disso. Evoluí sendo humano e continuo com a mesma “fragilidade” humana, nas mãos de Deus.

Meu joelho melhorou a tempo. Lógico que o corpo ficou bem afetado e hoje competi com uma sensação ruim, apesar de o rendimento ter sido bom. No começo senti um pouco a falta de estímulo físico e demorei a entrar na prova. No final da primeira volta fechei liderando com o Rubinho e meu novo parceiro de equipe Fred. Na segunda volta ataquei e mantive uma liderança de 20-30 segundos, mas na terceira volta os dois encostaram novamente, então imediatamente lancei um novo ataque e então mantive a diferença sob controle até o final, para vencer pela 3ª vez neste circuito em quatro edições.

PÓDIO ELITE MASCULINO

Hoje não consigo nem falar muito sobre a prova, porque competi com o objetivo de vencer, não pelo resultado, pelos pontos UCI ou por qualquer outra coisa. Hoje competi com vontade de vencer simplesmente para agradecer a Deus, a minha família, minha equipe e principalmente a minha esposa maravilhosa, pelo carinho, companheirismo e paciência nos bons e maus momentos.

Aparentemente a recuperação está sendo boa e não deve interferir tanto daqui pra frente. Semana que vem a Raíza, Isabella, eu e o Rubinho vamos representar o Brasil nos Jogos Sul-americanos em Santiago-Chile. 



Pra cima deles!
PÓDIO ELITE FEMININO