domingo, 19 de outubro de 2014

Brasil Ride começa com muito estilo e competitividade

Principal Ultramaratona de Mountain Bike das Américas começa em grande estilo, com acrobacias de parapente, cultura e uma competição com disputas emocionantes!

A 5ª edição da Brasil Ride 2014 começou neste domingo (19.10) em Mucugê (BA) com objetivo de estimular o esporte, turismo e lazer na região da Chapada Diamantina – Bahia.

“A Brasil Ride é uma prova que qualquer governo quer atrair para sua região, especialmente aqui na Chapada Diamantina, uma região característica da atividade turística, mas também muito vinculada à produção agrícola. Então, ao dar visibilidade à região, e é o que a Brasil Ride permite, o impacto é imediato, não só do ponto de vista econômico, já que estamos com 100% de ocupação em Mucugê e região, mas o impacto para o desenvolvimento do esporte é ainda maior. O fato de virem para cá grandes nomes do ciclismo mundial, em especial do mountain bike, isso dá uma projeção muito grande à essa modalidade, numa véspera de Olimpíada, isso é ainda mais relevante” comenta o Sr. Nilton Vasconcellos, Secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Estado da Bahia.


A Brasil Ride 2014 abriu suas atividades com café da manhã dos “Guarinis” na Fazenda do Café Mucugê, em homenagem aos atletas que participam de pelo menos 3 vezes na competição. Guarini significa guerreiro- lutador na lingua tupi-guarani.


Depois foi a vez do espetáculo visto no céu para inspirar os ciclistas! O paraglider Rafael Goberna, um dos melhores pilotos do mundo, fez um show de acrobacias com seu parapente para alegria do público e atletas. Ainda houve apresentação do grupo de cangaceiros em homenagem ao Lampião, personagem nordestino que faz parte da cultura brasileira.

No ambito da competição, os primeiros 20 quilômetros de percurso de cerca de 600 km em 7 dias de pedal, os ciclistas encararam todo tipo de terreno e condição, como trilhas estreitas, muitas pedras, trechos de areia, formando um circuito super técnico nos arredores da cidade. Para a equipe mais veloz – “pole position” - foi concedido o prêmio mais do que especial: réplicas do capacete do australiano Mark Webber, ex-piloto da Infiniti Red Bull Racing, autor de 13 pole positions e vencedor de nove Grandes Prêmios de Fórmula 1. 


Os ciclistas da equipe Trek Factory Racing literalmente voaram na pista, estabelecendo a melhor marca do dia com o tempo de 51 minutos e 47 segundos.

“Hoje é apenas o primeiro dia de prova, tem toda uma competição pela frente, a ideia hoje era tentar fazer um tempo bom, mas agente sabia que tinham duplas muito rápidas, como a dos atuais campeões Avancini e Shermann que são referência”, explica o tricampeão brasileiro Ricardo Pscheidt da equipe Trek Factory Racing.

“Foi um circuito de puro cross-country, muito técnico, muito completo com muito pedal e que exige muito da parte física. Esta é minha especializada e me senti apto para essa prova”, acrescentou Sérgio Mantecón, considerado um dos melhores do mundo na modalidade cross country olímpico.

A equipe com numeral 1, Caloi Elite formada por Henrique Avancini e Sherman Trezza, também largou forte:
“Largamos com o objetivo de fazer o melhor prólogo possível para tentar pegar a (camisa de líder) “amarela” logo no começo. Então a gente foi realmente para o limite e acho que agente acabou errando um pouco o ritmo, o Sherman levou um tombo forte e acabamos perdendo bastante tempo”, explica Avancini. “Agora a gente vai fazer uma prova mais cadenciada, o Sherman é um cara que cresce gradativamente no dia a dia da prova então acho que ainda tem muito chão pela frente,” completa.

No feminino, a Brasil Ride 2014 promete o maior disputa de todos os tempos, já as melhores ciclistas brasileiras enfrentam, em solo baiano, à elite mundial:
“É sempre bom competir no Brasil e a vantagem é muito grande. As questões como viagem, alimentação, cultura de outros países interferem muito em uma competição, além que no Brasil estamos com os amigos, família, namorado... que são uma grande motivação e incentivo durante a prova. Competir o Brasil Ride, como classe S2, no Brasil, é importante demais na busca por esses preciosos pontos no ranking”, explica a mineira campeã Brasileiro de MTB XCO Isabella Lacerda.

“O Brasil Ride será fundamental na busca pela vaga olímpica, pois são 80 pontos no Ranking UCI. Além de pontuar a nação, os pontos individuais são importantíssimos, uma vez que o critério do Brasil para as olimpíadas será o atleta que conquistar mais pontos no ranking olímpico que se iniciou em Maio de 2014 e finaliza Maio de 2016. Com a presença de vários atletas estrangeiros o nivel da competição aumenta ainda mais e isso proporciona uma melhora direta no desenvolvimento dos atletas brasileiros,” acrescenta Isabella que compete ao lado de Érika Gramiscelli, pentacampeã brasileira, que competiu na Brasil Ride 2010.


No entanto, as norte-americanas da equipe Topeak Ergon não deram chance neste 1º dia da Ultramaratona de MTB.: “A Brasil Ride mudou a vida dela desde a primeira edição que participei em 2010,” disse Sonya Looney que participa pela terceira vez da ultramaratona de mountain bike na Chapada Diamantina – Bahia. “Foi magnífico. Você é animal”, acrescentou Nina Baum, colega da equipe Topeak Ergon, que foram as mulheres mais rápidas do dia, com o tempo extra oficial de 55 minutos e 40 segundos.

O maior desafio de bicicleta de montanha da América Latina oferece essa oportunidade para atletas profissionais e amadores: uma experiência única no coração do país, com sete dias de muito pedal, autoconhecimento e contato com a natureza. Ao todo são 9 “camisas de líder” em busca do título, divididas em Masculino, Feminino, Mista, Máster (acima de 40 anos), Grand Máster (acima de 50 anos), América Masculino, América Feminino, Corporativa e Nelore, que faz sua estreia para ciclistas acima de 90 quilos. 

O segundo dia da Brasil Ride terá percurso de 147km entre Mucugê à Rio de Contas, com total de 3355 metros de subidas acumuladas.

Resultados completos no site: www.brasilride.com

Brasil Ride 2014 conta com os patrocínios: MINISTÉRIO DO ESPORTE - SUDESB/ GOVERNO DA BAHIA  - CAIXA – SHIMANO -TREK - GORGEOUS EVENTOS – THULE – OAKLEY – KAILASH

Apoios: Continental Pneus, Red Bull, JC Bikes, Café Mucuge, Prefeitura Municipal de Rio de Contas, Roma Comunicação, Penks. Mídias parceiras: Revista Bike Action, Rádio Bradesco Esportes FM, Bike Magazine Portugal, Revista Go Outside, Webventure e Bike na Mídia Assessoria de Imprensa. Supervisão: UCI (União Ciclística Internacional), CBC (Confederação Brasileira de Ciclismo) e FBC (Federação Baiana de Ciclismo). Realização: REC e Prefeitura de Mucugê