domingo, 7 de junho de 2015

VIVIANE FAVERY É CAMPEÃ DO WARM UP DO FESTIVAL BRASIL RIDE BOTUCATU

Vivi conquista título após vencer três etapas da competição. Evento ainda tem Hadi Akkouh superando acidente e fissura na costela para completar a prova e Larissa Brasa campeã junior
Botucatu (SP) - A paulista Viviane Favery (Specialized Factory Racing Team) não deu chances para as adversárias no Warm Up Brasil Ride, prova de mountain bike disputada em Botucatu (SP), entre quinta-feira (4) e este sábado (6). Vivi, como é conhecida entre os ciclistas, venceu as três etapas, acumulando um tempo total de 9h50min01s, obtido em percursos de 11,6 km, 76,4 km e 107,6km.

"O percurso de hoje (sábado) era de sobrevivência, a prova começou realmente no km 40, quando apareceram as primeiras subidas. Apesar de ter a vantagem (mais de 20 minutos em relação à segunda colocada antes da largada para a última etapa), pensei em ganhar e fazer o melhor tempo possível. Do meio para o fim da prova, só mantive o ritmo. Estou acabada, mas muito feliz", disse Vivi, emocionada. 

A ciclista comemorou sua evolução em relação ao ano

passado, quando terminou na terceira colocação. "Mudou muita coisa, principalmente a minha cabeça. Assumi que gosto de competir e quero levar o ciclismo a sério. A partir do momento em que percebi meu potencial para pedalar bem, alinhei o pensamento com minha treinadora, Adriana Nascimento, e comecei a treinar com o Carlos Roberto Mó, fisioterapeuta especialista em performance no esporte".

Vivi ressaltou que sua bike, uma Specialized S-Works Era, com suspensões traseira e dianteira, foi fundamental para a conquista. "A bike é maravilhosa, perfeita para o corpo de uma mulher. Na descida, por ser full (suspensão completa), ela corrige tudo, inclusive as partes com pedras. Nos trechos de downhill, só precisei dar alguns toques no freio da frente. Tenho certeza que a Specialized S-Works Era permitiu que eu usasse o máximo do meu potencial, e isso não tem preço".

Há três semanas, ela ganhou também o Big Biker, em Taubaté, batendo o recorde da prova de Roberta Stopa, que durava desde 2007. Em abril disputou uma prova na Carolina do Norte, de 220 km, em cinco dias, a Pisgah Stage Race, e terminou em quarto lugar. Vivi está conseguindo resultados positivos mesmo tendo de dividir seu tempo entre o esporte e o trabalho como executiva de marketing na Cacula de Pneus. 

Hadi encarna espírito do Brasil Ride e se supera- O paulista Hadi Akkouh (Specialized Factory Racing Team) precisou se superar para terminar o Warm Up Brasil Ride na 14ª posição da elite, com tempo total de 10h20min31s. Após a primeira etapa, o ciclista sofreu um acidente de carro em Botucatu e começou a sentir dores no abdômen, que o acompanharam no segundo dia de prova. Durante a etapa de 76,4km, Hadi perdeu o equilíbrio em uma das trilhas, caiu e acabou atingido pelo guidão da bike, sofrendo fissura em uma das costelas. Mesmo assim, ele largou neste sábado e completou a prova de 107 km. 

"Precisei ser medicado antes e durante a prova de hoje (sábado), e senti muita dor nos trechos mais técnicos de downhill. Fiquei feliz demais por ter conseguido rodar direitinho e terminado em 6 horas. Foi meu primeiro treino para o Brasil Ride, já que estou acostumado a fazer minha preparação focada em provas mais curtas de mountain bike, como o Xterra", celebrou Hadi.

O que motivou o ciclista a competir no último dia mesmo com dores foi a consideração, não só com os patrocinadores, mas também perante os outros ciclistas, sobretudo os amadores. "Os atletas amadores gostam muito de ver o cara de elite enfrentando dificuldades, as pessoas se sentem mais próximas de nós. A galera me incentivou muito, dando parabéns e tudo o mais. Foi bonito de ver".

Larissa Brasa campeã na Sport - Competindo em sua terra natal, a botucatuense Larissa Brasa (Specialized Hoffmann XCO) conquistou o título do Warm Up Brasil Ride Sport, prova de 71km de mountain bike disputada neste sábado e também válida pelo Festival Brasil Ride Botucatu. Larissa terminou a competição em 2h50min32s.

"Comecei a abrir vantagem a partir da metade do circuito. A bike (Specialized Fate Expert) me ajudou demais, foi decisiva para o meu resultado final, porque o circuito era bem rápido, com muita terra batida", analisou Larissa.

Na quinta-feira (4), na abertura do Festival Brasil Ride, Orlando Alves (Specialized Factory Racing Team) conquistou a etapa Brasil do Circuito Mundial de Ciclismo Amador, na categoria 19 a 34 anos.

Sobre a Specialized - A Specialized foi fundada em 1974 por ciclistas, para ciclistas. Com base no norte da Califórnia, tem o foco nas necessidades dos praticantes, produzindo produtos funcionais e tecnicamente avançados, que fornecem um benefício de desempenho.