segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

PACIÊNCIA! Virtude de uma cicloviagem pelo Circuito Costa Verde e Mar em Santa Catarina

Nota: este artigo é a continuação de uma narração da cicloviagem pelo Circuito Costa Verde&Mar em Santa Catarina, com a participação do Professor Arnaldo, editor chefe da "Nóis na Fita A TV, Cláudia Franco e Marcello Ruivo da CicloFemini - Escola de Bicicletas.

Dia 20 - Luiz Alves a Camboriú - SC
"Nessa época do ano, no sul do país, dias de chuva e calor intenso se intercalam sem o menor aviso. Assim, neste terceiro dia de nossa cicloviagem o calor do primeiro dia deu lugar a uma manhã carrancuda com ares de que a chuvarada ia das as caras, e não deu outra: mal partimos de Luiz Alves, depois de ficarmos hospedados no Hotel Colonial, aliás uma gracinha de hotel, a chuva e a temperatura amena, nos perseguiu por mais de 40 km, dos 82 previstos para a etapa do dia." - conta o Professor Arnaldo.

PACIÊNCIA: uma virtude necessária em uma cicloviagem em grupo
"Se o sol traz a nossa mente alegria e curtição, a chuva esfria os ânimos e traz consigo situações inesperadas, tais como perder-se, isso pelo dificuldade de visualização das placas indicativas, mapas, etc., além de alguns tombos, pneus furados e coisas do gênero, que só podem ser compensadas com muito espírito de equipe, união e amizade entre os participantes, tônica maior do grupo." - continua o Professor.

Acabou o percurso. Acabou por quê?
Assim, apesar do tempo ruim, capote memorável e pneu furado, ao chegar a CAmboriú depois de 82 km percorridos, ficou para os amigos de longa data, a sensação de "quero mais", pois uma das vantagens deste circuito de cicloturismo, além de unir cenário belíssimos de praias e montanhas, a elevação altimétrica das etapas sugeridas a cada dia, não são um grande problema, mesmo para os mais inexperientes." - Foi uma festa, conclui o Professor Arnaldo.

Veja também em:

Uma maravilha pedalar pelo Circuito Costa Verde&Mar com a CicloFemini