sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Nem possibilidade de terremotos apaga as belezas da cicloviagem de Albarobello a Ostuni na Costa Adríática


 "Sempre se soube que a Itália sofre de tempos em tempos com a possibilidade de abalos sísmicos ou terremotos, mas o Day 2 cicloviagem 'Puglia Italy Bike Tour' na faixa sul da Costa Adriática, entre Albarobello a Ostuni, foi marcado por estradinhas bucólicas e pequenas cidades de arquitetura impar e uma culinária exuberante a cada vilarejo que se passava de bike." comenta o Professor Arnaldo, editor chefe do Portal "Nóis na Fita A  TV".

"Difícil se despedir de "Albarobello com seus inúmeros 'trullos', ou seja, casas construídas com telhados de pedra, e um formato único no mundo todo e suas ruelas pitorescas, mas nosso destino estava traçado de bike até Ostuni, chegando assim novamente à Costa Adriática e ao esplendor do mar.

No percurso se passa por encantadoras cidadezinhas, tais como, Locorotondo e Martina Franca, com a predominância de olivos
e parreiras, ou seja, plantações de azeitonas para a fabricação dos melhores aceitas e uvas, cujos vinhos artesanais, são uma bela razão para uma boa degustação nos diversos restaurantes pelo percurso até Ostuni.

Por fim, ao final da tarde chegamos a Ostuni, a "Cidade Branca", que se estende até o mar, a pequena cidade localizada em uma área que nos últimos esporas do Murgia se estende até o Adriático, através de uma sucessão de pontos de vista de tirar o fôlego. A cidade medieval, que fica na colina mais alta e é cercada por muralhas de Aragão, é caracterizada por passos, arcos, escadas exteriores estreitas e casas caiadas de branco. Ele claramente se distinguem dos quartos modernos, estesisi sull’ondulato terraço Murgia. A beleza natural, junto com o rico patrimônio artístico, fazer Ostuni um dos lugares mais estimados italianos.